Saúde divulga projetos em DST/AIDS que concorrerão a financiamentos

Canal Viva Bem










O Programa Estadual de Vigilância em DST/AIDS da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde do Estado, informa que quatro Organizações Não-Governamentais (ONG) e/ou Organizações da Sociedade Civil (OSC) estão habilitados a concorrer a financiamento de projetos comunitários na área. As entidades e os respectivos projetos classificados para a terceira etapa do processo seletivo são:

Mais prevenção, menos vulnerabilidade
Associação Sergipana de Transgêneros (ASTRA)

Interiorizando gente, oxente
Associação de Defesa dos Homossexuais de Sergipe (ADHONS)

Adesão ao tratamento para travestis soropositivas
Associação das Travestis Unidas de Sergipe (UNIDAS)

Saúde nossa de cada dia
Casa da Doméstica

Os critérios utilizados para a avaliação e pontuação das propostas de projeto foram experiências anteriores em execução de projetos, diagnóstico do contexto de vulnerabilidade, objetivo do projeto, descrição das atividades, integração com o SUS, articulação com outras instituições, sustentabilidade, orçamento, monitoramento e avaliação.

Na próxima etapa do processo seletivo, as instituições serão visitadas por uma comissão técnica para discutir detalhadamente os aspectos gerenciais, financeiros, técnicos e até para uma eventual adequação do projeto. Após a visita, as ONGs e OSCs terão um prazo de cinco dias úteis, a partir da data do contato, para as adequações acordadas. A expectativa é de que o resultado final seja divulgado na primeira quinzena de fevereiro.