Programa Academia da Cidade vira referência nacional

Canal Viva Bem


Fotos: Sílvio Rocha


Melhoria no estilo de vida e da disposição; diminuição da utilização de medicamentos, da gordura corporal e de dores musculares e articulares; melhoria da auto-estima e das relações sociais. Todos esses benefícios, que resultam na melhoria da qualidade de vida de centenas de aracajuanos, são fruto do Programa Academia da Cidade, realizado pela Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).


São 800 pessoas que participam gratuitamente de atividades físicas como caminhada, ginástica localizada e aeróbica, yoga, lian gong (técnica oriental), além de aulas recreativas e danças populares. Os alunos contam ainda com avaliação física periódica e acompanhamento da pressão arterial.


As aulas são orientadas por profissionais de educação física e estagiários. A seleção dos mesmos fica a cargo da Universidade Federal de Sergipe, parceira do programa e responsável pelas partes técnica e operacional, como pesquisa e planejamento.


As atividades acontecem em espaços públicos como calçadões, praças e quadras, além de espaços cedidos por Associações de Moradores e salões paroquiais. “O Programa começou em abril de 2004 e desde então acontece ininterruptamente. Estamos sempre buscando dinamizar o Programa, através da capacitação dos professores em novas técnicas e da renovação do material”, afirma o coordenador do Programa, Bráulio César de Alcântara.


O Academia da Cidade está entre os três programas para promoção de saúde que são referência no Brasil. Além disso, é o terceiro que está sendo avaliado pelo Ministério da Saúde e pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos. Mas ainda precisa vencer uma barreira: o estigma de que é voltado somente para idosos. “Essa é uma luta nossa. Mostrar para a população que o programa é voltado para pessoas de qualquer idade e sexo”, explica Bráulio.


Confira os pólos onde são realizadas as atividades:


Calçadão da 13 de julho – de segunda a sábado, das 6h às 9h


Bairro Sol Nascente – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Bairro Orlando Dantas – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Bairro Inácio Barbosa – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Bairro América – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Bairro Bugio – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Avenida Maracaju – segunda, quarta e sexta-feira, das 5h às 8h


Bairro Médici – segunda, quarta e sexta-feira, das 16h30 às 20h


Bairro Santa Maria – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Augusto Franco – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Castelo Branco – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Siqueira Campos – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Santos Dumont – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Industrial – terça, quinta e sábado, das 5h às 8h


Bairro Lamarão – terça e quinta-feira, das 16h30 às 20h