NOVAS TECNOLOGIAS

Canal Viva Bem


Das tecnologias inovadoras de controle da dengue a serem validadas pelo Ministério da Saúde, a Prefeitura Municipal de Aracaju escolheu implementar em caráter experimental duas delas para prevenção e controle da dengue: a armadilha para o mosquito Aedes aegypti e o teste rápido para diagnóstico da dengue (sistema de sentinela para circulação de sorotipo). Essas estratégias deverão ser implementadas durante todo o ano de 2009.


A decisão aracajuana foi anunciada pela coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Aracaju, Taíse Cavalcante, na reunião nacional da Vigilância em Saúde no Controle da Dengue. O encontro foi realizado em Brasília, na sede do Ministério da Saúde, nos dias 27 e 28 de novembro. Este é o segundo encontro nacional para debater o assunto. No mês de outubro, a PMA foi representada por Taíse Cavalcante e pela atual coordenadora da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Tânia Santos.


A última reunião nacional foi dirigida pelo secretário de Vigilância Nacional de Epidemiologia, da Coordenação Nacional do Programa de Controle da Dengue e pelo diretor técnico da Vigilância em Saúde, Gerson Pena, Giovanine Coelho e Fábiano Pimenta. Ao todo, 13 cidades brasileiras integrarão a pesquisa de validação de estratégias inovadoras para a prevenção e para o controle da dengue. Dentre elas, estão Aracaju, Belo Horizonte, Goiânia, João Pessoa, Recife, Salvador, São Paulo e Vitória.


“Nesse encontro, os municípios convidados puderam escolher quais das tecnologias serão desenvolvidas em suas localidades, a serem implementadas durante o ano de 2009. Os gestores também avaliaram o protocolo e metodologia a serem utilizadas”, diz Taise Cavalcante. Ela Acrescenta que as novidades tecnológicas a serem testadas não deverão trazer prejuízo das demais ações de rotina do Programa Municipal de Controle da Dengue já implementados nas cidades brasileiras.