CHÁ: VERDADES E MITOS

Canal Viva Bem








Conheça verdades e mitos sobre os chás. (Foto: Sua Dieta)
Uma dica milenar de saúde passada de geração para geração. Uma bebida usada por milhares de pessoas para relaxar, eliminar certos desconfortos como a cólica e, até mesmo, para perder aqueles quilinhos indesejáveis. Mas, apesar de todos os benefícios do chá, é preciso conhecer algumas restrições desta bebida deliciosa. O nutricionista Daniel Chreem escolheu quatro tipos de chá, bastante populares, e desvenda algumas verdades e mentiras sobre essa bebida.


Chá verde


Verdade: Possui princípios ativos que favorecem o emagrecimento. A erva camellia sinensis possui metilxantinas e cafeína, poderosas substâncias estimulantes do sistema nervoso central, que aumentam o trabalho metabólico (bem como a frequência cardíaca) favorecendo a oxidação de gorduras. Adicionalmente, o chá também apresenta bioflavonóides, importantes antioxidantes que atuam sobre os radicais livres gerados justamente pela queima de gorduras.


Verdade: Ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer. O chá é rico em catequinas e bioflavonóides, que inibem crescimento celular desgovernado e contínuo, como acontece nos tumores pulmonares, intestinais e dermatológicos.


Mentira: É indicado para todas as pessoas que querem perder peso. Pessoas hipertensas ou com quaisquer intercorrências cardiovasculares e renais e, também, as gestantes, devem evitar seu consumo em virtude do aumento dos batimentos cardíacos gerados pelo consumo do chá. Além disso, pessoas com histórico de problemas estomacais não devem consumir a infusão em virtude do aumento de acidez da erva.


Mentira: Basta consumir 1 xícara ao dia. Não. Para conseguir desfrutar das boas indicações do chá é necessário consumo de 3 a 4 xícaras ao dia.


Chá de hortelã


Verdade: Melhora cólicas menstruais. A analgesia da hortelã atua também em regiões uterinas e intestinais.


Verdade: Favorece a perda de líquidos. O chá apresenta propriedades diuréticas.


Mentira: Não existem contra-indicações. Apenas pessoas com cálculos renais e gestantes devem evitar seu consumo.


Mentira: Deve ser consumido quente ou gelado. Após a infusão da erva é recomendado que o chá seja consumido após esfriar (quase à temperatura ambiente) e que seu armazenamento seja evitado.


Chá de canela


Verdade: É indicado para diabéticos. Por possuir substâncias como o cinamilo, a canela tem função na redução da glicemia, bem como melhora no colesterol LDL.


Verdade: Ajuda na digestão. O chá favorece características digestivas por atuar na acidez estomacal e melhorar a flatulência.


Mentira: Pode ser consumido antes de dormir. Não é indicado seu consumo à noite em virtude das propriedades termogênicas (aceleradoras de metabolismo) da canela, o que causaria insônia.


Mentira: Normaliza a função da tireóide. Para pessoas com hipertireoidísmo o consumo regular agravaria o estado patológico, em virtude da aceleração metabólica.


Chá de erva cidreira


Verdade: Calmante e antidepressivo. Na composição química do chá existem substâncias como álcools (citronelol principalmente) e compostos fenólicos (taninos p. ex) que favorecem o relaxamento e a sensação de bem estar.


Mentira: Combate a esterilidade. Não existem comprovações científicas de que eventuais regulações menstruais possibilitam reversão de casos de esterilidade.


Fonte: Sua Dieta