ATENDIMENTO

Canal Viva Bem


Visando melhorar ainda mais o atendimento que presta à sociedade sergipana a Caixa Econômica Federal abrirá 28 novas casas lotéricas em Sergipe.


De imediato serão assinados os contratos de oito novas unidades lotéricas para que iniciem suas atividades em janeiro de 2009, depois de devidamente treinados. Destas, duas serão instaladas em Aracaju, e os municípios de Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana, Canhoba, Gararu, Siriri e Nossa Senhora Aparecida, receberão uma lotérica cada. As da Capital funcionarão nos Bairros Industrial e Santa Gleide que possuem grande demanda por serviços bancários e de atendimento social dos programas do Governo Federal.


Está em andamento ainda a instalação de outras 20 novas casas lotéricas que completarão as 28 previstas para serem instaladas em Sergipe. Serão mais cinco em Aracaju (Mosqueiro, Santa Maria, Farolândia, Cidade Nova e Atalaia) e quinze no interior, distribuídas nos seguintes municípios: Cumbe, Divina Pastora, Feira Nova, Graccho Cardoso, General Maynard, Ilhas das Flores, Itabi, Lagarto, Malhada dos Bois, Muribeca, Santa Luzia do Itanhy, Santa Rosa de Lima, Santana do São Francisco, São Miguel do Aleixo e Rosário do Catete.


Os estudos que nortearam a licitação foram baseados em critérios técnicos, entre os quais se destacam pesquisa de existência de demanda para os produtos lotéricos e necessidades de atendimento e de distribuição de produtos e serviços financeiros, além de conveniência e oportunidade. Essa demanda existe em razão do próprio crescimento populacional e da expansão dos serviços realizados pelas lotéricas, principalmente quanto à bancarização da população e ao pagamento dos benefícios trabalhistas e sociais do governo federal.


Serão priorizados os locais desassistidos, sem criar concorrência predatória com as lotéricas já existentes. O critério de conveniência determina a escolha de locais que favoreçam a população: pontos de alta circulação de pedestres, que sejam lugares seguros, de fácil acesso e onde possam ser atendidas outras necessidades da população, como supermercados, novos shoppings centers, etc. Por oportunidade a CAIXA entende a disponibilidade de locais, a possibilidade de novos nichos de mercado e pontos onde haja grande concentração de população que receba benefícios sociais e tenha pouco acesso aos serviços bancários.