Saúde: Ouvidoria Itinerante realiza pesquisa nos Hospitais Municipais

Canal Viva Bem
Foto: (Ascom/SMS) Cláudia Pardo, coordenadora da Ouvidoria

De 22 a 31 de julho, a Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde realizou pesquisa qualitativa com os usuários atendidos pelo SUS, mapeando os hospitais Fernando Franco (zona sul) e Nestor Piva (zona norte). Para tanto, os 728 pacientes, que participaram da pesquisa, responderam questionário abordando diversos temas, indo da assistência até o atendimento médico.

No setor de enfermagem e auxiliar de enfermagem (de ambos os Hospitais), os índices margearam 80% de aceitação. Outros setores que merecem destaquem foram o atendimento médico com cerca de 70% de aprovação. Já no setor “medicação”, após estabilização dos estoques na Rede Municipal, os índices chegaram a 77% nos dois hospitais.

“Concluímos a pesquisa no Fernando Franco e no Nestor Piva, destacando o trabalho de alguns médicos, que foram, criteriosamente, elogiados pelos pacientes. A estes profissionais entregaremos o Diploma de Excelência no Atendimento, como forma de reconhecimento pelos estimados trabalhos. Vamos anexar também uma cópia deste documento no mural que a Ouvidoria fará nos dois hospitais”, destacou Cláudia Pardo, coordenadora da Ouvidoria da Saúde de Aracaju.

Dentro do quesito “Recepção”, que abordou também a cordialidade e a comunicação por parte dos funcionários dentro destas unidades, foram consideradas a relevância do atendimento humanizado e a clareza nas informações disseminadas. Nestes itens, o Hospital Fernando Franco, teve média de 70% de aprovação por parte dos usuários. Já no Nestor Piva, a aceitação, para estes mesmos itens chegou ao pico de 95%.

Segundo pontuou Cláudia, a partir desta primeira pesquisa, os dois Hospitais Municipais receberão a Ouvidoria Itinerante mensalmente. “O foco do secretário Luciano Paz é o atendimento humanizado. Assim, ouvir a população é algo imprescindível para traçarmos melhorias diárias nas unidades. Ressaltamos também que este mesmo serviço itinerante será estendido às Unidades de Saúde da Família, para que nosso trabalho seja o reflexo da população, de maneira clara e acima de tudo, rápida”, enfatizou a coordenadora.

Fonte: AAN