Mesa Redonda debate uso de células-tronco embrionárias para pesquisa

Canal Viva Bem


Os pesquisadores Mayana Zatz,  José Eduardo Krieger, Jorge Forbes e a vereadora Mara Gabrilli participarão de uma mesa-redonda para debater a utilização em pesquisas científicas das células-tronco embrionárias humanas. O uso das células-tronco embrionárias vem sendo intensamente debatido. Uma das razões é o artigo 5º da Lei de Biossegurança, aprovada no Congresso Nacional e sancionada pelo presidente da República em março de 2005, que autoriza as pesquisas com esse tipo de células-tronco.


 


Em maio de 2005, o artigo 5º foi contestado no Supremo Tribunal Federal (STF) pela Procuradoria Geral da República com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade. Agora, o destino das pesquisas brasileiras com células-tronco de embriões humanos será decidido pelos ministros do STF.


 


 


Sobre os debatedores:


 


A geneticista Mayana Zatz é pró-reitora de Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora do Centro de Estudos do Genoma Humano da USP. Preside a Associação Brasileira de Distrofia Muscular. É professora de genética do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. Atua na genética de doenças neuromusculares e pesquisas com células-tronco.


 


José Eduardo Krieger é médico e professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da USP. Dirige o Laboratório de Genética e Cardiologia Molecular do Instituto do Coração (InCor). Atua na área de pesquisas cardiovasculares com ênfase na identificação de marcadores moleculares associados a gênese de doenças cardiovasculares e no desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para regeneração cardíaca.


 


Jorge Forbes é psicanalista e médico psiquiatra. Teve participação fundamental na criação da Escola Brasileira de Psicanálise, da qual foi o primeiro diretor-geral. Preside o Instituto da Psicanálise Lacaniana (IPLA) e dirige o Projeto Análise. É psicanalista membro das escolas brasileira e européia de psicanálise. Dirige as pesquisas clínicas da psicanálise com a genética, no Centro de Estudos do Genoma Humano da USP.


 


Mara Gabrilli é psicóloga e publicitária. Tetraplégica desde 1994, criou a organização não-governamental Projeto Próximo Passo que reúne mais de 80 atletas com deficiência. Vereadora, foi a primeira titular da Secretaria Especial da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo, criada em 2005, para administrar projetos que melhorem a vida de cegos, surdos, cadeirantes e outros deficientes da maior metrópole do país. 


 


Serviço:


A série *Encontros com a Pesquisa* é uma promoção da revista /Pesquisa Fapesp/ com a Livraria Cultura. O evento ocorre mensalmente com uma palestra aberta e gratuita, seguida de debate com o público. Os temas debatidos fazem parte do universo da ciência e tecnologia e normalmente servem de base para reportagens de /Pesquisa FAPESP/. A Livraria Cultura do Conjunto Nacional fica na Avenida Paulista, 2.073, cidade de São Paulo. (tel.: 11 3170-4033).