Médicos da rede de Aracaju decidem manter greve

Canal Viva Bem


Em assembléia realizada na manhã de hoje, 20/2, os médicos da rede pública de Aracaju decidiram continuar em greve por tempo indeterminado, apesar de avaliarem positivamente a resposta da comissão de negociação da prefeitura, que na última terça, 19, entregou um documento com os pontos acordados pelos dois lados. A principal reivindicação agora é o reajuste salarial, cujo índice ainda não foi negociado.


O assunto vai estar na pauta da reunião almoço da diretoria da Sociedade Médica de Sergipe (Somese), nesta quinta-feira,21/02, quando os médicos João Augusto Alves e José Elton Monteiro, membros da diretoria do Sindicato dos Médicos (Sindimed) falarão sobre o andamento das negociações junto à Prefeitura de Aracaju. Eles também farão um balanço da greve dos profissionais que trabalham para o município, iniciada no dia 6 de fevereiro, quarta-feira de Cinzas.


A categoria resolveu esperar a nova reunião com a promotora de Saúde do Ministério Público Estadual, Miriam Tereza Cardoso. O encontro está marcado para o próximo dia 28, quando será discutido o andamento das negociações. Além dos médicos, deverão participar os secretários municipais de Saúde, Marcos Ramos, e de Administração, Lucivanda Rodrigues.