Mães afirmam que manter vacinação dos filhos em dia é um ato de amor

Canal Viva Bem
Fotos: (Ascom/SMS) Manu Santiago vacina seus filhos nos postos de saúde da capital

"Toda criança tem direito a vacinação, desde o dia que nasce. Elas têm o direito a serem imunizadas e os responsáveis têm o dever de levá-las para serem vacinadas. Desde quando saíram da maternidade meus gêmeos Emanoel Antônio e Samuel Rogério estão com todas as vacinas em dia. Vacinar é prevenir de possíveis doenças, é um ato de amor e cuidado que toda mãe tem que ter. Os postos de saúde dão as vacinas essenciais de graça, então, não há desculpas para não proteger quem você ama", incentiva Manú Santiago, mãe dos gêmeos, que estão com um ano e dois meses.

Manú teve um bom exemplo: a mãe dela. "Guardo a minha Caderneta de Vacinação, pois é um documento importante. E minha mãe sempre me levou para tomar todas as vacinas. Antes de ser uma ato de obrigação e responsabilidade dos pais, é um ato de amor", enfatizou. 

Quando foi que o seu filho tomou a última vacina? Qual é a data da próxima vacina? Você sabe onde está o Cartão de Vacinas do seu filho? O cartão está atualizado?

Toda a criança necessita de vacinas para ficar protegida contra algumas doenças. Vacinando seu filho, você estará protegendo-o e também contribuindo para diminuir a mortalidade infantil e a erradicação de algumas doenças em nosso país.

A técnica do Programa de Imunização da Saúde de Aracaju, Débora Moura, chama a atenção das mães para que levem a Caderneta de Vacinação, pois, durante a campanha contra a paralisia infantil, que vai do dia 15 a 31 de agosto, também serão fornecidas vacinas complementares. "Todas as mães devem levar seus filhos de seis meses a menores de cinco anos, para receber as duas gotinhas contra a paralisia infantil. Nesse mesmo dia 15, também será avaliado a Caderneta de Vacinação da criança, para saber se existe alguma outra vacina em atraso que ela pode receber também. Então será aplicada a vacina da pólio e ainda feita a multivacinação, caso necessário", destaca a técnica.

Dia D contra a poliomielite

A Secretaria Municipal da Saúde realiza neste sábado, 15 de agosto, mais um Dia D de vacinação contra a poliomielite. Devem ser vacinadas crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Todas as 43 Unidades de Saúde da Família (USFs) estarão abertas no sábado, das 8h as 17h, ofertando a vacina. Para a campanha, que prossegue até o dia 31 deste mês, foram disponibilizadas 40 mil doses da vacina contra a poliomielite. A meta para Aracaju, é imunizar 95% do público alvo, cerca de 38 mil crianças.

Rosseline Freitas de Araújo Batinga é mãe de três filhos: gêmeos de 12 anos e o caçula possui quatro anos. Ela já separou a Caderneta de Vacinação da filha, que pretende vacinar no sábado, 15 de agosto, contra poliomielite. Segundo ela, a vacinação infantil é mais do que uma preocupação com a saúde do seu filho. "É um ato de amor, tão importante quanto à amamentação. Seguir rigorosamente o calendário de vacinação infantil pode salvar a vida do seu pequeno tesouro. Quando se fala em saúde não podemos vacilar nunca, vacinar é prevenir. Graças a Deus meus filhos são saudáveis, pois tomaram todas as vacinas certinhas e todas foram dadas nas unidades de saúde, de graça", relata.

Fonte: AAn