LONGEVIDADE

Canal Viva Bem


Filha de escravos completará 111 anos em Japaratuba


Nascida em uma senzala no município de Japaratuba, na fazenda Gericó, a doméstica Maria Rita dos Prazeres vai completar no próximo dia 03 de fevereiro, 111 anos de idade. Ela nasceu em 1898, no século XIX.


Casada desde os 15 anos com o lavrador José Luiz dos Santos, já falecido, Maria Rita dos Prazeres teve 13 filhos e nem sabe precisar quantos netos e bisnetos possuem.


A sua origem está ligada à história do município. Desde a sua formação, Japaratuba abrigou uma enormidade de escravos chegando a ter, segundo o historiador Felisbelo Freire, “mais escravos do que pessoas livres numa determinada época”.


E as raízes de Maria Rita dos Prazeres não foram exceção à regra. Ela conta, ainda lúcida, mas com poucas palavras, que nasceu na Senzala e seu pai era trabalhador braçal. Sua mãe, Maria Elisa dos Santos, vivia na Casa Grande.


Ao completar 111 anos de idade, ela diz não ter muitos sonhos. Quer apenas que sua modesta casa, no povoado Mundo Novo, e ainda feita de taipa, seja transformada em alvenaria para dar conforto as 11 pessoas da família – filhos, netos – que ainda vivem com ela.


Maria Rita dos Prazeres tem apenas uma renda: a aposentadoria da previdência social. A equipe de comunicação da prefeitura de Japaratuba esteve no local, juntamente com a Secretaria de Combate à Pobreza, e fez o levantamento da situação da idosa centenária, atendendo solicitação da prefeita Lara Moura.