ARACAJU

Canal Viva Bem


Após substituir 8 mil metros de redes antigas de distribuição de água no ano passado, em 2009 A Deso faz novos investimentos visando o remanejamento de mais 20 mil metros de redes antigas em diversos bairros da capital. As tubulações antigas, geralmente de cimento-amianto, não resiste a pressão da água, por esta razão ocorrem vazamentos, essa tubulação, está sendo trocada por novos tubos em PVC que evita os constantes vazamentos e melhora o fluxo da água.


As ruas José Sotero, Ananias Azevedo, Francisco Portugal, Vila Cristina e as avenidas Franklin Campos Sobral e Edésio Vieira de Melo, foram as primeiras a serem contempladas com as obras de substituição das antigas tubulações por novas redes de distribuição de água. Mais de 3 mil metros de novas tubulações já foram implantadas, nos diâmetros que variam de 50 a 200 milímetros. Sendo que, cerca de 17 mil metros de tubulações ainda serão implantadas pela Diretoria de Operações da Deso em diversos logradouros, assegurando que todos os ramais domiciliares que estão ligados à antiga rede serão transferidos automaticamente para a nova rede implantada, sem qualquer despesa para os moradores locais.


Um dos principais benefícios que a obra traz é o de solucionar problemas de rompimento na tubulação e constantes vazamentos, ocorridos em decorrência do desgaste da vida útil do material. Os tubos em PVC que estão senda colocados pela Deso, possuem maior resistência e proporcionam à comunidade a garantia de uma significativa melhora na distribuição de água, pois reduzem os registros de vazamentos, evitando sucessivas interrupções da distribuição de água para a correção do vazamentos. Esse é um investimento da Deso que reflete na redução do índice de perda de água e principalmente na melhoria do abastecimento de água para a população.