LEVANTAMENTO

Canal Viva Bem


Japaratuba recadastra servidores e corrige distorções


Assim que assumiu os destinos do município de Japaratuba, a prefeita Lara Moura teve como uma das suas medidas iniciais o recadastramento total dos


servidores. O objetivo foi o de identificar a situação funcional de cada uncionário e corrigir distorções.


Conforme relatório apresentado pela Secretaria de Administração, foram identificados 930 servidores no quadro da prefeitura, entre estatutários, celetistas e detentores de cargos em comissão (cc’s).


Segundo a secretária-Adjunta da Administração, Verônica Santos, a concessão de várias licenças-prêmios foram revistas para bem da gestão pública; corte de auxílio doença e de maternidade aos servidores que recebiam o benefício de forma indevida e extinção da gratificação de 50% por programas especiais quando a lei municipal só permite até 20%.


Uma outra anomalia encontrada pela equipe de Lara Moura refere-se à gratificação por hora extra, identificando que alguns servidores estariam percebendo mensalmente a mais do que o permitido por lei. Noutra situação, a gestão passada também ampliou a carga horária de vários profissionais da educação que estavam em gozo de férias, sem qualquer parecer da escola ou Secretaria da Educação.


Todos Trabalhando – “Houve professores que se beneficiaram da gratificação de regência de classe sem que estivessem em sala de aula e muitos foram lotados em diversas localidades por meio de portaria de 31 de dezembro quando neste dia foi ponto facultativo no município”, observou Verônica Santos.


Apesar da identificação de inúmeros problemas, a prefeita Lara Moura assegurou que o recadastramento dos servidores atendeu às expectativas da suas administração, “que a partir de agora, com uma radiografia completa da situação, vamos arregaçar as mangas e botar todos para trabalha em favor dos munícipes”, declarou.