Doações ao Banco de Leite aumentaram 161% em dois meses

Canal Viva Bem


Foto: Márcio Garcez/SES


A quantidade de leite humano doado ao Banco de Leite Marly Sarney aumentou 21,9 litros em abril para 57,21 litros em junho. O acréscimo de 161% em dois meses é resultado da campanha desenvolvida desde fevereiro pela unidade com os funcionários da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), e ampliada para o público externo nos meses de abril e maio. O número de doadoras também aumentou de 38 em abril para 68 em junho.


Apesar dos bons resultados, a quantidade coletada ainda não é ideal. De acordo com a gerente do Banco de Leite, Hélia Karla Agapito, o apoio da imprensa sergipana através da divulgação em jornais, emissoras de rádio e TV foi fundamental para incentivar as mães que estavam amamentando e tinham excesso de leite.


“A partir da campanha tivemos muitas mães procurando o Banco de Leite e fazendo a doação. Com isso, tivemos um aumento significativo tanto de doadoras quanto de leite coletado. Não podemos deixar de dar continuidade à campanha pois ainda não conseguimos atingir o volume total diário necessário para atender plenamente aos bebês internados nas Unidades de Terapias Intensivas Neonatais (UTIn), que é de três a seis litros, ou seja, de 100 a 120 litros de leite por mês. Agora mesmo, temos apenas 17 doadoras ativas”, alerta Hélia Karla.


O aumento de doadoras e de leite coletado também é comemorado pelas mães que contribuem com suas doações para suprir a demanda por alimentação dos recém-nascidos internados na UTIn. A dona de casa Maria Eliane Santos, 27, teve um bebê prematuro no final de abril na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes e é uma das doadoras da unidade.


“Sempre fui a favor da doação de leite e quando vi a matéria na TV, incentivei minha cunhada a doar. Quando tive meu primeiro bebê, fiquei 25 dias internada com ele e fazia questão de amamentar. Comecei a doar em maio e até hoje a equipe do banco vem duas vezes por semana na minha casa pegar o leite que guardo em frascos no congelador. São cinco por semana e tenho orgulho de ajudar os bebês que precisam das vitaminas que o leite materno tem”, enfatiza a mãe doadora.


Incentivo à doação


Segundo Hélia Karla, a colaboração das mães foi de fundamental importância para sair da crise enfrentada pelo Banco de Leite nos meses de março e abril, quando o número de doadoras e de leite coletado sofreu uma queda, prejudicando o fornecimento às maternidades Nossa Senhora de Lourdes, Santa Helena e Renascença. “Nesse período, tivemos o apoio dos Bancos de Leite de Itabaiana e Lagarto, que fizeram doações grandes”, destaca.


A gerente do Banco de Leite disse que as mães atenderam ao apelo de serem doadoras e os resultados foram melhores em junho. “Temos que agradecer a essas mães e às pessoas que se envolveram no incentivo à doação, pois elas ajudaram a salvar vidas. Por termos uma maternidade de alto risco como nossa maior consumidora de leite materno, temos a preocupação de manter o estoque suficiente para fazer com que o bebê prematuro possa ser alimentado com o leite, que ajuda na prevenção de infecções e favorece o aumento de peso e desenvolvimento”, conclui Hélia Karla.


Produção


Durante o primeiro semestre de 2007, o Banco de Leite Marly Sarney registrou 298 doadoras ativas, um número um pouco maior que este ano, que foi de 278 doadoras. De janeiro a junho deste ano, foram realizadas 3.449 atendimentos entre consultas, visitas domiciliares, atendimentos ambulatoriais, orientações e educação por telefone.


Nos últimos seis meses, foram coletados 282,72 litros de leite materno e distribuídos 392,76 litros. Mesmo assim, o estoque não é o ideal para a manutenção dos recém-nascidos prematuros de baixo peso que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonoatal (UTIN) das maternidades.


Para doar leite materno, as mães devem procurar o Banco de Leite. O endereço é rua Recife, s/n, bairro José Conrado de Araújo, anexo à Maternidade Hildete Falcão. Informações e orientações podem ser obtidas através do disque-amamentação, pelo telefone (79) 3226-6335.