Câncer: Governo cria comissão para acompanhar obra

Canal Viva Bem

O Governo de Sergipe já começou a traçar metas para a construção do Hospital do Câncer, que levará o nome do ex-governador Marcelo Déda. Nesta quinta-feira, 12, a secretária Conceição Mendonça, da Saúde, anunciou a criação de um grupo técnico para acompanhar todo o processo licitatório, que inclui o contrato, o início das obras, as possíveis alterações e aditivos ao contrato até a conclusão da obra.


Representantes do Governo se reuniram nesta quinta-feira, 12, para discutir os encaminhamentos para a realização da obra. “A Caixa [Econômica Federal] apresentou suas regras e colocou condicionalidades para autorização da Ordem de Serviço. A partir de agora, a SES, a Seinfra, a CEHOP e a PGE discutirão questões técnicas operacionais junto ao consórcio Honcose para, em breve, definir a data da assinatura da Ordem de Serviço”, explicou a diretora de Planejamento da Secretaria de Estado da Saúde, Jacqueline Dourado.

As obras

A construção do Hospital Especializado em Câncer governador Marcelo Déda Chagas está orçada em R$ 62.700.000,00 e será conduzida pelas empresas paulistas Pórtico e a WVG Construções (vencedoras do processo licitatório). Juntas, elas integram o consórcio Honcose, que terá o prazo de 36 meses para concluir a obra, a partir da ordem de serviço.

“O projeto é amplo e complexo. O recurso está garantido. Todo o processo licitatório foi realizado com o aval e acompanhamento dos órgãos de controle. Sabemos da magnitude e da dimensão do Hospital do Câncer. Nosso grupo técnico fará todo acompanhamento. Estamos trabalhando continuamente para que os pacientes oncológicos possam fazer uso, o quanto antes, desse importante equipamento de saúde”, destacou Conceição Mendonça, secretária de Estado da Saúde.

Com informações da Ascom/SES