ATENDIMENTO ESTENDIDO

Canal Viva Bem

Foto: André Moreira/AAN

Durante o mês de janeiro deste ano, quase 10 mil pessoas foram atendidas nas nove Unidades de Saúde da Família (USFs) de Aracaju, somente no horário estendido – das 17h às 20h. A coordenadora da Rede de Atenção Primária (Reae), Aline Araújo da Silva, destaca que a maioria dos usuários, 5.136 pessoas, compareceu às unidades atrás de consultas médicas e serviços de enfermagem. Em cinco meses, foram 40.922 atendimentos realizados nas três horas a mais de funcionamento destas USFs.

Segundo a coordenadora, a aprovação da população e os resultados têm sido satisfatórios desde a ampliação do horário. "Muitos pacientes relatam que o acesso noturno aos serviços do SUS representa uma oportunidade a mais de poder cuidar melhor da saúde, mesmo diante da rotina corrida de trabalho", disse.

Aline Araújo destacou ainda que a cada mês cresce o número de atendimentos em relação ao mês anterior.  "Começamos em setembro do ano passado com seis unidades, no mês seguinte mais uma foi incluída e nos meses subseqüentes outras também. Atualmente estamos com nove USFs", relatou. Em janeiro foram 9.967 pessoas atendidas, deste total, 2.589 atendimentos de enfermagem, 2.547 atendimentos médicos, 2.344 aferições de pressão, 558 administração de medicamentos, 547 vacinas, 449 verificação de temperatura, 524 curativos, 220 nebulizações e 189 mensuração de peso.

À noite, a população pode buscar os serviços na USFs de forma espontânea, sem agendamento prévio.  Aline Araújo reforçou que outro ponto positivo é que as farmácias das unidades também funcionam no período noturno. "É uma facilidade a mais na vida dos usuários terem outro horário para buscar a medicação. Uma conquista significativa foi a ampliação do horário da Unidade Dona Sinhazinha, que também é referência para distribuição de medicação de receitas especiais, de remédios de tarja preta e psicotrópicos, utilizados pelos pacientes psiquiátricos", explicou.

A coordenadora também reforçou que, com ampliação do horário das unidades, a procura por atendimentos nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA's) tem reduzido. "Conseguimos reconduzir as unidades de bairro, casos de menor complexidade como o caso de pacientes que iam às UPAs em busca de tratamento para viroses, curativos, dores de ouvido, febre ou de uma simples avaliação clínica. Isso ajuda consideravelmente a organizar e agilizar o fluxo de atendimento nas unidades de pronto atendimento", acrescentou.  

Conhecendo outras USFs

Aline pontua que âmbito profissional, o atendimento noturno é uma oportunidade para o trabalhador se somar a essa estratégia que a nova gestão e também ter no currículo uma nova experiência profissional. 

"Ao abrirmos o atendimento noturno permitimos que médicos, enfermeiros, técnicos e vários profissionais da saúde possam vir a conhecer realidade de outros bairros da cidade, fora da unidade onde trabalham. Temos por exemplo, médicos atendendo no bairro Grageru durante o dia, e que em alguns dias da semana, atendem à noite na USF do conjunto Jardim Centenário, tendo a oportunidade de ter contato com a população de uma localidade diferente", afirma.

Os profissionais da Saúde são chamados para integrar as equipes de atendimento noturno de acordo com a procura pelos serviços em cada bairro.  

Pesquisa de opinião

Neste mês de fevereiro, a Saúde de Aracaju implantou a Ouvidoria Itinerante. A equipe está indo até as USFs para colher a opinião dos pacientes atendidos. O objetivo da pesquisa é avaliar qualitativamente os serviços e também traçar um perfil dos pacientes, pesquisando os motivos pelos quais os usuários buscaram o atendimento e qual as necessidades dos usuários. O trabalho é conduzido pela Ouvidoria da Saúde de Aracaju. Clique aqui e saiba mais.  

USFs que abre até as 20h:

USF José Augusto Barreto (Avenida Euclides Figueiredo, S/N – bairro Japãozinho)

USF José Machado de Souza (Rua Major Aureliano, nº100 – bairro Santos Dummont)

USF Hugo Gurgel (Rua Renato Fonseca Oliveira, S/N – bairro Coroa do Meio)

USF Onésimo Pinto (Avenida Radialista José Silva Lima, S/N – bairro Jardim Centenário)

USF Celso Daniel (Travessa 5, S/N, Conjunto Padre Pedro – bairro Santa Maria)

USF Augusto Franco (Rua H5, S/N – Conjunto Augusto Franco)

USF Joaldo Barbosa (Rua Guanabara, S/N – bairro América)

USF Carlos Fernandes de Melo (Avenida Lamarão, S/N – bairro Lamarão)

USF Dona Sinhazinha (Avenida Hermes Fontes, S/N – bairro Grageru)

Atendimentos mensais  

 

SETEMBRO/14

OUTUBRO/14

NOVEMBRO/14

DEZEMBRO/14

JANEIRO/15

TOTAL

ATEND. ENFERMEIRO

1861

2738

3343

2400

2589

7942

ATENDIMENTO MÉDICO

1803

2771

2812

2284

2547

7386

AFERIÇÃO DE PRESSÃO ARTERIAL

957

2530

1427

1011

2344

4914

ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS

327

496

418

595

558

1241

VACINAS

233

276

476

207

547

985

VERIFICAÇÃO DE TEMPERATURA

57

89

264

91

449

410

CURATIVOS

78

135

137

87

524

350

NEBULIZAÇÃO

58

137

105

95

220

300

PESO

 

177

261

219

189

438

TOTAL DE ATENDIMENTOS

5374

9349

9243

6989

9967

40922