Teclado de computador pode ter mais germes do que o vaso sanitário

Canal Viva Bem


Peça fundamental no dia-a-dia de muita gente o computador tornou-se indispensável seja no trabalho ou em casa. Com o uso diário é comum o acúmulo de sujeira no teclado, no mouse e no monitor que sempre ficam para limpar depois. Mas, o que muitos não sabem é o essas sujeiras podem ser mais perigosas do que aparentam. Um estudo divulgado pela revista britânica Which? Computing revelou que alguns teclados têm mais bactérias do que o assento de uma privada.


Foram analisados 33 teclados de um mesmo escritório, quatro foram avaliados com grandes possibilidades de por em risco à saúde dos usuários. Um deles apresentou cinco vezes mais germes do que o assento da privada do banheiro do escritório. Por ordem do microbiologista que participou do estudo o teclado foi retirado do local para ser limpo.


Peter Wilson, microbiologista do University College London Hospital, afirma, em entrevista à BBC Brasil, que maus hábitos, como não lavar as mãos depois de ir ao banheiro e comer na mesa de trabalho podem contribuir para o acúmulo de sujeira no teclado. Compartilhar um teclado no escritório também pode causar transmissão de doenças entre os empregados.


O ideal é limpar o teclado uma vez por semana.


Fonte: BBC Brasil