SES se reúne com Cirurgia e Aracaju para garantir a assistência contínua à população

Canal Viva Bem

A partir de 1º de janeiro de 2018 o governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), passa a gerir o contrato de gestão com o Hospital Cirurgia para a prestação de serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E nesta semana, representantes da SES, do hospital e do Município de Aracaju se reuniram, mais uma vez, para alinhar os pontos da transição, e principalmente, para garantir assistência contínua à população. Segundo Clóvis França, coordenador do Complexo de Regulação do Estado (Sigau), na reunião foi discutido desde a oferta de serviços do Cirurgia ao fluxo de acesso aos procedimentos do hospital. 

“Como foi feita a transição de gerenciamento do contrato do Cirurgia, passando do município de Aracaju para o Estado, realizamos várias reuniões para alinharmos diversos pontos, já que o Sigau, a partir de 1° de janeiro, será o responsável pela regulação dos pacientes para o Hospital Cirurgia. E queremos que isso aconteça com tranquilidade e efetividade para não causar nenhum transtorno para os usuários do SUS”, afirma.

Já a diretora de Gestão de Sistema da SES, Márcia Guimarães, garante que a prioridade do Estado, com a transição do contrato, é o atendimento ininterrupto à população. Ela conta que, um dos principais pontos discutidos na reunião, foi a permanência dos procedimentos que já estão marcados para serem realizados próximo ano no Hospital Cirurgia.

“Já há uma agenda de procedimentos para o ano que vem, marcada pelo Nuccar (Núcleo de Controle, Avaliação, Auditoria e Regulação), que é do município, e queremos garantir que essas marcações permaneçam, evitando a desassistência. Então discutimos este ponto para assegurar que os pacientes que já estão com cirurgias marcadas para janeiro e fevereiro de 2018 sejam devidamente atendidos, sem alterar a agenda”, declara.

Município

E a representante do Nuccar, Tina Cabral, disse que a agenda dos procedimentos já está sendo totalmente disponibilizada para a SES. “Estamos passando o elenco da agenda para o Estado, já que, agora, o Sigau fará todo o processo regulatório para o Cirurgia e a SES está recebendo esta responsabilidade com o objetivo de garantir a assistência contínua a população”,  comenta.

Fonte: SES