Santo de Casa já conquistou 300 novos doadores de sangue

Canal Viva Bem

Desde que foi iniciada há três meses, a campanha para doação de sangue Santo de Casa Também Faz Milagre já conquistou 300 novos doadores voluntários. Desenvolvida pelo Centro de Hemoterapia e Laboratório Central de Saúde (Hemolacen), a campanha vai até empresas e instituições públicas e privadas para desmistificar as doações e estimular os trabalhadores e se engajar na causa.

A mobilização começou ainda durante os festejos juninos, período em que aumenta a demanda de sangue dos hospitais por conta do aumento na quantidade de acidentes com fogos e nas rodovias. A primeira empresa a participar da coleta externa de sangue foi a Cimesa, do Grupo Votorantin, em Laranjeiras. Dentro do próprio Governo, os funcionários do Banco do Estado de Sergipe (Banese) e da Secretaria de Administração (Sead) foram os primeiros a dar o bom exemplo.

De lá para cá, os servidores do Palácio de Despachos, da Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe (Agetis) e da Casa Civil também aderiram à campanha, assim como a TV Sergipe, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Rotary Clube Aracaju Leste, Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Banco do Brasil, entre outras instituições.

“A sensibilização das empresas e órgãos do governo mostra o quanto a sociedade está atenta às causas sociais”, disse o presidente do Hemolacen, Roberto Gurgel. A gerente de atividades médicas do Hemocentro, Mariamália Andrade, enfatizou que doar sangue é um ato de amor ao próximo. “Doar não engorda, não emagrece, não faz mal e as seringas são descartáveis. Cada bolsa salva em média de três a quatro vidas”, informou.

Como participar
As empresas e instituições interessadas em agendar palestras com a equipe multidisciplinar do Hemolacen para esclarecer todo o processo de doação e agendar a coleta externa de sangue podem entrar em contato com o setor de Recursos Humanos ou Serviço Social do Hemocentro. “Esta é a solidariedade que pode salvar vidas. Doar uma vez é bom, mas ser um doador cadastrado e regular é melhor ainda”, afirmou Roberto Gurgel.

Para se cadastrar, é preciso que o doador atenda aos seguintes requisitos básicos: estar bem de saúde, bem alimentado e descansado, não ter ingerido álcool nas últimas 12 horas, não ser portador de doenças como sífilis, hepatite e doença de Chagas, não ser portador do vírus HIV, pesar mais de 50kg e ter entre 18 e 60 anos.

Para o cadastro, o doador deverá apresentar um documento de identificação com foto. A doação pode ser feita na sede do Hemocentro, localizado na Avenida Tancredo Neves, Centro Administrativo Augusto Franco, anexo ao Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (HUSE).