Reforço na assistência: Huse contará com o terceiro tomógrafo

Canal Viva Bem
A compra de um novo tomógrafo para o Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) já está em andamento. A informação foi anunciada durante reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 10, no prédio administrativo do hospital e contou com a participação de representantes da superintendência e direção administrativa do Huse, além dos gerentes da manutenção, equipamentos, imagem, coordenação de Logística e Operacional da Secretaria de Estado da Saúde e da Fundação Hospitalar de Saúde.
Atualmente o hospital conta com dois equipamentos, um de 64 canais, localizado na área de exames, e o outro com 2 canais, localizado no Centro de Oncologia do Huse. 
“Estamos dando mais um grande passo para fortalecer o adensamento tecnológico do mais importante hospital público de Sergipe, referência em alta complexidade, adquirindo equipamentos. Está no tempo certo de promovermos avanços na melhoria de adequação nessa área de tomografia”, ressaltou a diretora operacional da FHS, Márcia Guimarães.
Por atenderem a uma grande e contínua demanda de pacientes, os aparelhos, algumas vezes, têm suas peças comprometidas e sua manutenção é realizada com frequência por técnicos especializados, vindos de outros Estados.
De acordo com o diretor administrativo do Huse, Adriano Nogueira, o novo aparelho de tomografia com 16 canais ajudará a unidade na ampliação da oferta de serviços no hospital. 
“Foi pensando na qualidade do atendimento prestado ao paciente que a SES está realizando uma adesão a uma licitação para adquirir um novo aparelho de tomografia com 16 canais. Com a chegada desse novo tomógrafo, iremos ficar com três aparelhos para atender a demanda que chega ao Huse”, afirmou.
Durante a reunião, os técnicos da GE Healthcare (fabricante de equipamentos médicos hospitalares de alta tecnologia) discutiram sobre espaço onde será destinado o tomógrafo, a melhor forma de especificar para caber dentro do recurso, além trazerem registros de preços para a adesão por parte da secretaria. Para o coordenador de Logística da SES, Edwards Santos, esse é um processo que economiza tempo.
“Essa reunião foi muito produtiva e adiantaremos muito todo o processo. Até 16 de outubro será feita a adesão. Entregando o empenho, o fornecedor tem 60 dias para entregar o aparelho e quinze dias para fazer a instalação. Existe uma expectativa muito boa para que ainda este ano o aparelho esteja funcionando”, explicou.