NOSSA SENHORA DO SOCORRO

Canal Viva Bem


Prefeitura pede ajuda da população no combate a Dengue


O município de Nossa Senhora do Socorro sai na frente e inicia o Mutirão de Combate a Dengue. A iniciativa faz parte das ações que serão promovidas ao longo do ano pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, para combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue. O trabalho foi iniciado na sexta-feira (dia 16) e ficou centrado nas comunidades do Guajará e da Palestina. A continuação do Mutirão acontece nesse sábado (dia 17), no conjunto Marcos Freire II e segue até a ponte do Conjunto João Alves.


As atividades incluem visita em domicílios, borrifação de inseticida que combate o mosquito transmissor, recolhimento de lixo, limpeza das vias públicas e terrenos baldios, além da distribuição de material gráfico informativo. Os Mutirões envolverão a integração dos seguintes pilares: Vigilância epidemiológica – responsável pela notificação e mapeamento das áreas de riscos; combate ao vetor; assistência às comunidades; ações de saneamento ambiental; educação em saúde, mobilização social, comunicação, além da capacitação dos agentes de saúde.


Antes de iniciar as atividades, o prefeito Fábio Henrique pediu a cooperação da população para redobrar a atenção e cuidado com os locais que podem se transformar em focos de larvas do mosquito transmissor da dengue. “Quero lembrar que todos os agentes de saúde desempenham um importante papel nesse trabalho. É preciso que a população seja orientada sobre a necessidade de manterem suas casas limpas e protegidas desse mosquito”, advertiu.


O grupo de teatral “Agente em Ação” deu o toque lúdico e informativo às ações desenvolvidas pelas equipes que trabalharam no Mutirão. Durante a apresentação, os personagens – dona Bartira, painho, Senhor Zé e o assistente de painho – encenaram de forma criativa as orientações, sobre a necessidade de fazer o recolhimento de lixo, de evitar o acúmulo de água em recipientes domésticos, como copos descartáveis, lajes, pratinhos, lavanderias e ainda esclarecimentos sobre os sintomas da Dengue.


A pedagoga Eliane Alexandre Soares explicou que a apresentação teatral faz parte do trabalho que envolve educação e saúde, para mobilização social junto às comunidades socorrenses. Ela acrescentou que as ações, iniciadas com o Mutirão, visam sensibilizar a comunidade para a conscientização da importância de destruir possíveis criadouros de focos do mosquito da Dengue.


Dados


De acordo com estatísticas da Secretaria Municipal de Saúde de Socorro, foram feitas 3.389 notificações, sendo 3.284 de dengue clássica, 84 de dengue com alguma complicação, 21de dengue hemorrágica e 03 óbitos. Os dados são relativos ao ano de 2008.


Comunidade aprova


A abertura do primeiro Mutirão de Combate a Dengue da Prefeitura de Socorro foi acompanhado por moradores e transeuntes que passavam pela Unidade Básica de Saúde Muciano Cabral, no Guajará. Nesse momento, os agentes aproveitaram para distribuir os folders com informações detalhadas sobre a Dengue.


A agente de serviços gerais Odaci Maria Silva, 51 anos, disse que ficou satisfeita de poder ver as equipes da Prefeitura na rua. Ela explicou que em sua casa todo o lixo é descartado. “Não tenho costume de guardar recipientes, de plástico nem vidros”, avisou ao lembrar que no ano passado um dos membros da família teve dengue e precisou ser hospitalizado.


Já a dona de casa, Maria Angélica, 40 anos comentou que o trabalho é importante, mas precisa da cooperação das pessoas. “Infelizmente tem muita gente que não dá importância a essas coisas”, criticou.