Médicos franceses comemoram resultados do primeiro transplante de rosto

Canal Viva Bem


Os médicos franceses responsáveis pelo primeiro transplante de rosto do mundo classificaram como satisfatórios os resultados do procedimento, realizado em 2005 em uma mulher que teve o rosto mutilado por mordidas de um cão.


 


A mulher, que não teve o nome divulgado, recebeu, em novembro daquele ano, quando tinha 38 anos de idade, um transplante parcial de face, cobrindo a maior parte do rosto. Cinco dias depois do procedimento, ela já estava conversando; seis meses depois, o toque e a sensação de frio estavam normais; e, em oito meses, ela podia sorrir.


 


Seu sistema imunológico rejeitou os tecidos duas vezes, e ela continua tomando o medicamento anti-rejeição e fazendo fisioterapia. Hoje, ela recuperou bem as sensações e movimentos do rosto, mas não todos. E ela afirma que não tem receio de sair à rua e ir a festas, e está satisfeita com os resultados.