LUTA CONTRA A AIDS

Canal Viva Bem


Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza o projeto “Por Uma Geração Sem Aids”, uma das ações do Programa DST/Aids da SMS em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids. A atividade acontecerá amanhã, sexta-feira, na quadra do Colégio Nossa Escola, localizado à av. Mário Jorge, no bairro Coroa do Meio.


O evento tem como alvo principal cerca de 400 adolescentes de cinco escolas públicas envolvidas no Programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SEP), fruto da parceria entre as secretarias de Saúde e Educação das três esferas de poder e o Instituto Recriando.


De acordo com a técnica do programa DST/Aids da SMS, Jô Oliveira, o “Por Uma Geração Sem Aids” visa a estimular o diálogo entre jovens e adultos sobre as doenças sexualmente transmissíveis, com enfoque na Aids. “A campanha tem como propósito abordar de maneira lúdica a prevenção, utilizando-se de uma linguagem juvenil para a construção de um diálogo entre adolescentes, professores e profissionais de saúde sobre a sexualidade humana”, afirma.


O projeto “Por Uma Geração Sem Aids” propõe intercalar entrevistas, ping-pong cultural, priorizando ao máximo o participação dos estudantes nos debates e o principal eixo temático – a Aids. Com duração de quatro horas, o projeto contará, também, com a participação de um grupo musical.


Dia Mundial de Luta Contra a Aids


O Dia Mundial de Luta Contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro, foi instituído em 1987 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como uma data simbólica de conscientização sobre a epidemia da Aids. As atividades desenvolvidas nesse período visam divulgar mensagens de esperança, solidariedade, prevenção e incentivar novos compromissos com essa luta. Essa iniciativa foi referendada pela Organização das Nações Unidas, por meio da Assembléia Mundial de Saúde e tem o apoio dos governos e das organizações da sociedade civil de todos os países. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde.


As ações do Dia Mundial de Luta contra a Aids deste ano estarão voltadas para homens com mais de 50 anos. Esse público foi escolhido em função do aumento da incidência do HIV nessa faixa etária e também pelo fato de algumas pesquisas demonstrarem a vulnerabilidade desse grupo, principalmente por causa da baixa adesão do uso do preservativo e da dificuldade de se perceberem em risco.


Sergipe convive com o HIV/Aids desde a década de 80. Para Jô Oliveira, o programa DST/Aids da SMS tem desenvolvido um importante papel no combate à epidemia.”É importante abrir essa discussão para envolver todo o conjunto da sociedade na luta contra a epidemia do HIV/Aids, razão que leva o programa de DST/Aids da SMS a reproduzir essa temática”, declara a técnica.


Agenda do programa DST/Aids


Entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro, a SMS realiza panfletagem em alguns locais movimentados da cidade para distribuir material com informações sobre formas de transmissão das DST/HIV/Aids, além de disponibilizar preservativos masculinos e femininos e informações sobre os serviços. Confira abaixo as datas e os locais de panfletagem:


Dias 27 e 28 de novembro (quinta e sexta-feira) – 20h


Local: Passarela do Caranguejo/ Orla de Atalaia


Dia 29 de novembro (sábado) – 8h


Local: Passarela das Flores/ Mercado Municipal


Dia 30 de novembro (domingo) – 20h


Local: Arcos da Orla de Atalaia


Dia 1º de dezembro (segunda-feira) – 8h


Local: Calçadão São Cristóvão/João Pessoa


Dia 3 de dezembro (quarta-feira) – 14h


O Baile da Prevenção


Local: Iate Clube de Aracaju