Lacen inicia diagnóstico molecular para identificação do vírus Influenza

Canal Viva Bem
Os exames para identificar que vírus da Influenza (H1N1 pandêmico, H3 sazonal e B) que circula em Sergipe, já são realizados no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) que integra a Rede Estadual de Saúde. No período de 10 dias, a unidade finalizou 14 diagnósticos do vírus, destinados à promoção e ampliação dos serviços laboratoriais de média e alta complexidade do Estado.
Realizado no serviço de Biologia Molecular do Lacen, os testes cumprem duas etapas: a extração do material genético da amostra de secreções respiratórias (nasofaringe) ou aspirado nasal e, em seguida, a amplificação desse material, para detecção da presença do vírus e sua identificação. Essa segunda etapa é feita por meio da metodologia Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real. Os reagentes necessários à realização dos exames são disponibilizados pelo Ministério da Saúde (MS) e os demais insumos, pela Fundação Parreiras Horta.
Para assumir a realização desse tipo de exame, técnicos do Laboratório Central passaram por treinamento. Conforme o gerente de Biologia Molecular do Laboratório Central, farmacêutico bioquímico, Cliomar Alves, o Estado deixou de enviar amostras que, anteriormente, eram analisadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Esse diagnóstico realizado no Lacen é muito importante para pacientes portadores do vírus que terão mais agilidade em seus tratamentos, para a vigilância, para formulação da próxima vacina, além de identificar novas mutações genéticas do vírus”, informou.
De acordo com o gestor, a expectativa é de que o serviço de Biologia Molecular gradativamente possa assumir a realização de outros exames importantes como a Dengue. “Dentro das próximas semanas também iremos inserir o teste molecular para dengue em nossas rotinas, que utilizará a metodologia do PCR, mais sensível que a atual, enzimaimunoensaio”, contou Cliomar Alves.
Ele explicou ainda que os resultados dos exames de PCR Influenza são entregues em até dois dias corridos, excedendo as expectativas das normativas do Ministério da Saúde (MS) voltadas para melhoria da qualidade e atendimento, no tratamento dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).
Serviço
O Lacen é a unidade laboratorial de referência de Sergipe, responsável pelas ações laboratoriais de média e alta complexidade em Vigilância em Saúde e complementação diagnóstica, visando o controle dos principais agravos de saúde da população de Sergipe. O serviço ainda desenvolve um conjunto de ações que propiciam o conhecimento e investigação diagnóstica de agravos de notificação compulsória e imediata.