Vereador Manuel Marcos fala sobre mortalidade de mulheres negras durante o parto

Canal Viva Bem

O vereador Dr. Manuel Marcos (PSDB) utilizou a Tribuna durante o Pequeno Expediente na manhã desta terça-feira, 29, para abordar o tema preconceito e racismo, destacando principalmente o racismo com as mulheres grávidas e a mortalidade de mulheres negras durante o parto. 

Durante seu discurso, o parlamentar falou sobre a sua ida à Brasília semana passada, a convite do ministro da Saúde, Ricardo Barros, e da ministra dos Direitos Humanos Luislinda Valois, para participar de uma oficina sobre as doenças dominantes na população negra no Brasil. “Palestrei durante o evento sobre as doenças e complicações mais comuns que atingem as mulheres negras, em decorrência do parto, como infecções, hipertensão e até abortos”, informou.

“Fiquei muito feliz com o convite dessa palestra, porque além de ser médico obstetra, sou negro com muito orgulho. Apenas 26% das pessoas são ditas brancas, então a maioria são negros e pardos e, infelizmente, muitos brancos se acham a maioria. Ainda sobre o meu tema na palestra, sei que muitas mulheres negras sofrem discriminação. É triste saber que tem muitas gestantes negras que não tem um bom atendimento ao irem ter seus filhos. De 100 mil partos, morrem 141 mulheres negras durante o parto. Precisamos ter mais respeito, todos são humanos, somos todos iguais na hora da morte. Vamos nos unir e nos respeitar, nós negros somos a maioria nesse país e infelizmente não somos maioria no congresso nacional, nas assembleias, nos poderes executivos, entre outros cargos”, finalizou Dr. Manuel Marcos.

Fonte: Ascom/CMA