I Conferência Municipal de Meio Ambiente acontece em fevereiro

Canal Viva Bem


As secretarias municipais de Planejamento (Seplan) e Extraordinária de Participação Popular (Sepp) já estão preparando a I Conferência Municipal de Meio Ambiente, que será realizada no dia 15 de fevereiro. O evento deve reunir centenas de representantes do poder público, da iniciativa privada e sociedade em geral para discutir, entre outros temas, os impactos das mudanças climáticas mundiais e as alternativas possíveis para o desenvolvimento sustentável da cidade.


De acordo com o secretário de Participação Popular, Rômulo Rodrigues, as inscrições estão sendo feitas por meio do site da Prefeitura. “Além de discutirem os temas do evento, os participantes escolherão, entre eles mesmos, os delegados para a III Conferência Estadual de Meio Ambiente, a ser realizada no dia 13 de março, na capital. Vamos discutir os temas em conjunto com a população, com o objetivo de melhor entender, tomar posicionamento e agir para resolver os problemas relacionados ao meio ambiente e para melhorar a relação entre o homem e a natureza”, explica.


“Esse evento é muito importante para Aracaju, um município que tem grande parte de sua área fragilizada ambientalmente. Por isso é importante a participação de todos os setores da sociedade. Precisamos desenvolver em conjunto projetos que a própria população fiscalize, acompanhe e participe, para ajudar a preservar o meio ambiente e fazer com que o crescimento da cidade não prejudique a qualidade de vida de seus habitantes”, reforçou o secretário de Planejamento, Luciano Pimentel.


Programação


No dia da Conferência Municipal, que acontece no espaço Emes, o credenciamento será iniciado às 8 horas e, em seguida, às 8h30, o prefeito Edvaldo Nogueira abre oficialmente o evento, quando falará sobre as políticas de sua gestão em prol do meio ambiente. Às 10 horas acontece a palestra ‘Demandas das Conferências e o Plano Nacional de Mudanças Climáticas, com Hamilton Pereira da Silva, da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, do Ministério do Meio Ambiente.


A segunda palestra inaugural será proferida pelo superintendente de Qualidade Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Sergipe (Semarh), Lício Valério de Lima, com o tema `Mudanças Climáticas´.


Às 14 horas serão abertos os cinco grupos temáticos: Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental; Biodiversidade e Florestas; Recursos Hídricos e Ambiente Urbano; Extrativismo e Desenvolvimento Sustentável; Articulação Institucional e Educação Ambiental. Já às 16 horas acontece a reunião plenária, para apresentação, discussão e votação de propostas. Às 17 horas acontece a eleição dos delegados.


Municipais


Os demais 74 municípios de Sergipe também estão participando de conferências preparatórias locais e territoriais, sob a coordenação do Governo do Estado e do Ministério do Meio Ambiente. Em média, por cidade, cerca 200 pessoas, entre representantes do setor empresarial e de organizações da sociedade civil, participam das conferências.


No total, 750 delegados eleitos durante as conferências municipais representarão as demandas das suas cidades durante a III Conferência Estadual. Desses, 30 serão escolhidos para representar Sergipe na III Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA), que ocorrerá em Brasília, de 8 a 11 de maio.


O objetivo dos encontros é discutir temas como a criação de áreas de preservação, arborização das cidades, despoluição de nascentes de rios e mananciais e disposição das embalagens de agrotóxicos. Outro assunto abordado é o aquecimento global, decorrente do efeito estufa, que provoca impactos graves no clima do planeta.