Consumo de álcool na gestação aumenta a propensão do filho ao alcoolismo

Canal Viva Bem


Da mesma forma que o consumo de frutas e vegetais pela gestante pode influenciar o gosto do filho por esses alimentos, como mostram algumas pesquisas, o mesmo acontece com o consumo de álcool, segundo estudo da Universidade do Estado de Nova York.


Em pesquisa com ratos, os especialistas observaram que os animais expostos ao álcool (etanol) enquanto estavam no útero bebiam significativamente mais álcool na “juventude” do que os outros não-expostos.


Segundo os autores, jovens cujas mães consumiram bebida alcoólica durante a gestação são mais propensos ao abuso de álcool porque, no útero, em seu desenvolvimento, os sentidos vão preferir o gosto e o cheiro do álcool.


Além disso, o consumo de bebidas pelas gestantes pode causar sérios problemas no desenvolvimento do feto, podendo levar o bebê a ter retardo mental.