Complexo Cultural Gonzagão promove aula aberta da dança-yoga e de danças circulares

Canal Viva Bem


Com o objetivo de buscar  um contato mais próximo da população  com duas modalidades de dança voltadas para a melhoria da qualidade de vida, notadamente no campo da saúde física,  mental e emocional e no relacionamento interpessoal,  o Gonzagão promove duas aulas abertas  gratuitas com  dança-yoga no dia 06/03(quinta-feira) ás 16h e com danças circulares no dia 07/03, ás 19h30.

 

A prática da yoga é mais difundidada como filosofia ou caminho do que como arte, entretanto  segundo K.S. Yengar, a yoga é uma arte espiritual. A palavra yoga em sânscrito significa união, trabalho, aplicação; é um caminho de auto-análise que se pode praticar. Estar presente, observando o próprio estado de presença, fazendo e ao mesmo tempo observando o que esta sendo feito, é uma etapa mo caminho da integração. Dançar como o foco na auto observação, buscar fluidez e consciência no movimento, na respiração, experimentando uma dança mais total.

 

A ministrante,  Íris Fiorelli, é  paulista e professora de Yoga, formada pelo Método Shivananda, Barcelona (2003 e 2004). Dedica-se a dança profissionalizante atuando e ensinando desde 1992. Estudou várias técnicas como Balé Clássico, Flamenco, Dança Clássica Indiana, Reeducação do Movimento, Dança Contemporânea e Danças Brasileiras.

 

Em março de 2007 chega a Aracaju  com a Ong “Caravana Arco-íris Por La Paz”, tendo facilitado o contato com a  yoga em vários estados brasileiros, para todas as idades, realidades sociais e étnicas. Atualmente reside em Aracaju e  atua também como artista clown na Cia de Palhaços “O Mínimo”.

 

Já as  danças circulares, são danças de roda, tradicionais e contemporâneas, de diferentes culturas (diferentes povos e diferentes épocas) vivenciadas como canal e instrumento de Educação e Cultura, de comunicação criativa, de auto-conhecimento, de saúde integral, de celebração e integração.

 

Para apresentá-las estará vindo de Olinda, Pernambuco, o educador  Álvaro Pantoja Leite, que é licenciado em Filosofia, doutorando em Ciências da Educação e focalizador, desde 2000, de rodas, encontros e cursos de Danças Circulares em diversas cidades brasileiras (Recife, João Pessoa, Aracaju, Maceió, Teresina, Fortaleza, Sobral).

 

Durante a aula aberta de danças circulares, além da proposta de envolver o público presente em alguns exemplos práticos, será aberto um espaço para a realização de um bate papo sobre como as danças circulares contribuem para o crescimento humano e sobre as possibilidades como ferramenta pedagógica no trabalho sócio-educativo.

 

No final de semana, 08 e 09 de Março. Álvaro Pantoja estará coordenando um Encontro de Danças Circulares, na Comunidade Bom Pastor, no bairro  Santos Dumont, organizado pela Ong Ação Cultural e Comunidade Bom Pastor.