CHOCOLATE

Canal Viva Bem


Supermercados esperam vender 4,9% mais nesta Páscoa


A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) encomendou um levantamento ao Instituto Segmento Pesquisas para saber a percepção dos consumidores e dos supermercadistas para a Páscoa. A pesquisa foi realizada entre 17/2 e 4/3, quando foram entrevistados 200 homens e mulheres de Porto Alegre, com idade entre 18 e 65 anos, de todas as faixas de renda. Pelo lado dos supermercadistas foram ouvidos 21 diretores em todo o Estado.



Nesta 2ª feira (9), o Presidente da Agas, Antônio Cesa Longo, reuniu a imprensa para apresentar os resultados do estudo, que apurou que:



– 66,5% dos consumidores vão comprar preferencialmente em supermercados.


– 96% dos entrevistados não descartam a possibilidade de comprar em supermercados (preferencial + alternativo) os artigos de páscoa (em 2008, era 85,5%).



Segundo os consumidores, os benefícios de comprar produtos para a Páscoa em supermercados passam pelos seguintes itens:



Preço mais baixo – 39,7%


É mais perto de casa/ localização – 33,9%


Comprar junto com as outras compras da casa/ comodidade – 32,3%


A variedade de produtos – 27,5%


A facilidade de comprar no cartão do supermercado – 16,4%


A qualidade dos produtos – 11,1%


A facilidade de comprar com cartão de crédito – 9,0%


Ter estacionamento – 2,1%


As promoções de ovos de páscoa – 1,1%


Entrega de compras em casa – 1,1%


Promoção de chocolates – 0,5%


Tudo no mesmo lugar – 0,5%


Variedade de marcas – 0,5%


Não respondeu – 1,6%



Com relação às compras deste ano com produtos para a Páscoa, os entrevistados apontaram que:



– Vão comprar, em média, 4,5% a mais do que no ano anterior;


– Vão gastar, em média, R$ 111 nas compras de produtos para a páscoa em supermercados. (Em 2008 esta média era de R$ 74,50)



– Os produtos que os consumidores mais vão comprar nos supermercados nesta Páscoa, serão: refrigerantes (84,5%), peixes em geral (82,5%), ovos de chocolate em geral (81,5%), bombons (79,5%) e chocolates em geral (67%).



– Em uma escala de zero a dez, o grau médio de indicação do supermercado como um bom local para as compras de Páscoa foi 7,4, apontando que o supermercado está competindo e se destacando de outros locais de produtos de Páscoa.



– As crianças têm influência na compra de produtos de páscoa – o percentual entre muita e média influência é de 51%.



– A maioria dos entrevistados – 56% – pretende fazer as compras de Páscoa na última semana que antecede a festa, sendo que 26% vão comprar no dia ou na véspera.



– 14,5% compram algum chocolate diet ou light.



– Somente 17% compram algum produto de páscoa artesanal, como ovos, chocolates e/ou colomba pascal (pão doce).



Antônio Longo afirmou que serão comercializados em média 12 milhões de ovos de chocolate no Estado, representando 12% do consumo nacional. “Reforçando informação da indústria de doces e chocolates, o Brasil é o segundo país no mundo na produção de ovos, só perdendo para o Reino Unido”, disse. Outro item que se destaca nas vendas é a caixa de bombons; com estimativa de comercialização de 3,5 milhões de caixas, crescimento de 20% em relação ao ano passado, o que representa R$ 17,5 milhões em vendas.