Células-Tronco é o tema central do III Congresso da Sociedade Médica de Sergipe

Canal Viva Bem


“Células-Tronco: Avanços da Medicina”, será o tema do III Congresso da Sociedade Médica de Sergipe. O evento será realizado de 18 a 20 de outubro deste ano, dentro da programação comemorativa dos 70 anos da entidade, no Centro de Convenções de Sergipe. De acordo o presidente Roberto Gurgel, este ano é de festa para a Somese. “Somos a entidade representativa da classe médica mais antiga do Estado”, citou ele.


 


A abertura do congresso acontecerá no Teatro Tobias Barreto, na noite do dia 18 de outubro, Dia do Médico, com a palestra “Aspectos éticos das terapias com células-tronco”, que será proferida pelo Dr. Reinaldo Ayer de Oliveira, do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).


 


Várias pesquisas envolvendo o uso de células-tronco no combate a diversas doenças vêm sendo desenvolvidas em inúmeros países e no Brasil também. Os resultados alcançados até o momento, trazem ânimo para quem é portador de doenças crônicas, no que diz respeito a minimizar os efeitos do mal que o afeta. Podemos citar com exemplo os portadores de doenças onco-hematológicas, de diabetes mellitus I e de males do coração. “Células-Tronco é o tema central do congresso. Nós o escolhemos porque representa o grande avanço da Medicina neste século, além de reunir praticamente todas as especialidades médicas”, informou Tânia Andrade, diretora científica do evento.


 


Segundo ela, vão estar reunidos aqui em Aracaju, 11 pesquisadores sobre células-tronco de todo o país. “Estes três dias serão, se dúvida alguma, de grande importância científica para os médicos sergipanos”, relatou Tânia Andrade. A expectativa da organização é reunir cerca de 600 participantes, entre médicos de diversas especialidades, outros profissionais da área de saúde e também acadêmicos. Mais informações sobre o congresso podem ser obtidas no site www.exitoeventos.com.br/celulastronco . Neste endereço eletrônico, também podem ser feitas as inscrições. O evento, que tem como patrocinador master a Unimed, prossegue até às 12h do dia 20 de outubro, no Centro de Convenções de Sergipe.


 


Catálogo e festa


À noite, as comemorações serão retomadas à partir das 19h30, no Teatro Tobias Barreto, quando será lançado o catálogo “70 Anos da Somese”, elaborado por Alexandra Brito e Magna Santana, assessoras de imprensa da entidade. Logo em seguida, às 20h, acontecerá a solenidade do aniversário ainda no teatro, onde haverá show de Wagner Tiso e a Orquestra Sinfônica de Sergipe. A noite será encerrada com a realização da tradicional Festa do Médico, a partir das 22h, no pavilhão do Centro de Convenções de Sergipe, onde médicos, familiares e convidados contarão com a animação da Orquestra Veneza.


 


História


Fundada por um grupo de médicos em 27 de junho de 1937, a Somese é a entidade representativa da classe médica mais antiga do Estado. Nestes 70 anos, a própria história da Sociedade Médica de Sergipe se confunde com a evolução da medicina no Estado.  O maior marco da entidade foi a sua contribuição efetiva para a fundação da Faculdade de Medicina de Sergipe. No seio da Somese, foram iniciadas as discussões e surgiram o Sindicato dos Médicos e o Conselho Regional de Medicina de Sergipe.


Atualmente ela está na sua 31ª diretoria, que tem à frente o cirurgião oncológico Roberto Queiroz Gurgel, que está no seu 2º mandato.