Campanha para incentivar parto normal vai até 2010

Canal Viva Bem


Desde o dia 11 de maio de 2008, data em que foi comemorado o dia das mães, o Ministério da Saúde vem fazendo uma campanha para incentivar o parto normal. O objetivo é diminuir o elevado número de cesarianas desnecessárias realizadas no Brasil.


Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), atualmente a média de cesarianas realizadas no país é de 43%. Se contar as mulheres que utilizam planos de saúde esse índice sobe para 80%. Números muito acima dos 15% recomendados pela OMS, que só indica a intervenção cirúrgica em casos de risco no parto, ou seja, aqueles em que a cesárea é indispensável.


De acordo com o Ministério da Saúde a campanha é importante porque preserva a saúde da mulher e da criança. Numa cesárea os riscos de hemorragias e infecções são bastantes elevados. Já para os bebês o parto antecipado pode resultar em problemas respiratórios e necessidade de internação em UTI neonatal. “No parto natural o bebê pode ser imediatamente acolhido e ter vínculo com a mãe. E não há nada melhor para fortalecer o sistema imunológico da criança que afeto e carinho”, explica Adson França, diretor do Departamento de Ações Estratégicas do Ministério da Saúde, em entrevista a Agência Brasil.


O público-alvo são as gestantes, os familiares e também os médicos. A campanha será veiculada no rádio, na televisão e na Internet até 2010.


Fonte: Agência Brasil