Auxiliares e técnicos de saúde ameaçam parar também

Canal Viva Bem


Os auxiliares e técnicos de saúde que atuam na rede pública de Aracaju também podem deflagrar greve, como ocorreu com os médicos que trabalham para o município, na quarta-feira de Cinzas, 6/2. A informação é do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado (Sintasa), que na tarde desta segunda-feira realizou uma assembléia com a categoria.


Porém, uma greve geral não é o que os trabalhadores de nível médio almejam, conforme informou a secretária-geral do Sintasa, Beatriz Barbosa. “Estamos preocupados com a paralisação dos médicos, que acaba inviabilizando grande parte dos trabalhos dos técnicos e auxiliares. De certa forma, ficamos também paralisados”, afirmou.


Na próxima sexta-feira, 15, a categoria se reúne com representantes da prefeitura. Na ocasião, serão apresentadas as discussões realizadas nesta segunda durante a assembléia. E nesta terça-feira, 12, às 10h, o presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe, José Menezes, estará no Centro Administrativo da prefeitura para mais uma reunião com a comissão de negociação.