Alimentação saudável e exercícios combatem o colesterol

Canal Viva Bem

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o colesterol alto está entre os principais fatores de risco das doenças cardiovasculares no Brasil, principalmente o infarto e derrame. Por isso, hoje, 8, no Dia Nacional de Combate ao Colesterol, é importante ressaltar que hábitos simples, como manter uma alimentação saudável, praticar atividade física e fazer exames regularmente, ajudam a prevenir o colesterol alto.

Segundo o cardiologista Antônio Carlos Sobral, a doença é assintomática, ou seja, não apresenta sintomas, o que faz o colesterol alto ser ainda mais perigoso. Ele frisa ainda que ela é um risco para todas as idades. “Algumas pessoas quando sentem tontura, por exemplo, acham que pode ser um sintoma do colesterol alto, mas não é. A doença é assintomática, o que a torna ainda mais perigosa. Por isso, é preciso ter muito cuidado e a melhor maneira de prevenir a doença, que é um risco para todas as idades, é manter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e fazer exames de sangue regularmente”, disse.

E o cardiologista dá algumas dicas. De acordo com ele, a dieta balanceada deve ser rica em frutas, verduras, legumes, fibras e grãos, por exemplo, e pobre em gorduras saturadas, como leite integral em excesso, manteiga, frituras e carne gorda. “A alimentação saudável é fundamental para o controle do colesterol, mas algumas pessoas que não comem muita gordura saturada podem também apresentar colesterol alto porque em alguns casos a doença pode estar ligada a fatores hereditários ou a outras enfermidades, como o hipotireoidismo e até mesmo ao tabagismo. Sendo assim, às vezes, é recomendado o uso de medicação também para controlar o colesterol. Mas, ressalto novamente, que as pessoas precisam ter muito cuidado com a doença porque, além de silenciosa, ela é muito perigosa”, declaro.

Colesterol

O colesterol é um tipo de gordura encontrada no organismo e ele é importante para o seu funcionamento. Ele está presente no coração, cérebro, fígado, intestino, músculos, nervos e pele e desempenha funções essenciais, como a produção de hormônios e vitamina D.
No Brasil, dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), apontam que 40% da população tem colesterol alto, ocasionado, principalmente, pela alimentação rica em gorduras, sedentarismo, tabagismo e estresse.

Fonte: SES