Viva Bem entrevista otorrinolaringolista para falar sobre a surdez

Canal Viva Bem

O Programa Viva Bem deste sábado, 20, transmitido na Ilha FM das 8h às 9h, entrevistou o otorrinolaringologista Ramon Prado para falar sobre a surdez, quais os sintomas e as formas de tratamento. O especialista também explicou se a surdez é uma questão genética e quais as dicas para evitar a doença.

A surdez é uma perda auditiva, que pode ser causada por várias coisas, tanto por problemas genéticos, que muitas vezes a pessoa pode nascer com a surdez ou possuir a doença durante a gestação, e também pode desenvolver a doença algum tempo depois, devido a idade, que acomete mais os idosos. “A perda auditiva no recém-nascido pode ser percebida logo após o nascimento, a partir do teste da orelhinha, caso o teste seja negativo, 30 dias após o nascimento deve repetir esse exame e se for confirmado alguma perda auditiva deve ser encaminhado a um especialista para iniciar o tratamento com otorrino e o fonoaudiólogo. Essa triagem auditiva é obrigatória para todo recém-nascido”, afirmou o otorrino Ramon Prado.

O especialista destacou que a surdez tem cura dependendo dos casos. “Um exemplo disso é se uma criança que tem uma perda auditiva profunda, que é aquela do grau mais elevado. Se ao nascimento já foi diagnosticado no teste da orelhinha, dependo do caso pode ser feito um implante coclear e a criança pode voltar a escutar”.

Com relação a surdez relacionada a genética, Ramon Prado explicou que é importante saber como foi a gestação da mãe da criança, pois uma gestante com sarampo, rubéola ou alguma infecção pode acometer a saúde auditiva do bebê. “Já a surdez mais comum é causada por conta da idade, que vai aos poucos perdendo a audição, que é a presbiacusia. Mas é preciso alertar os mais jovens a procurar logo o médico quando começar a sentir uma pequena surdez. Já a surdez súbita é aquela que pode ser causada por infecções, vírus ou causas genéticas e é aquela que acontece de repente. Geralmente é quando a pessoa acorda e não consegue escutar mais. Qualquer perda auditiva deve ser procurado um especialista o mais rápido possível, para que o tratamento tente reverter esse quadro”, disse.  

A surdez unilateral pode acontecer em um único lado e pode dar uma perda auditiva temporária, que é causada por resfriado, uma bactéria ou uso inadequado do cotonete. “Apesar de ser temporário, é preciso ficar em alerta, porque pode causar uma inflamação no ouvido e causar uma surdez definitiva. A maneira correta para limpar o ouvido é usar apenas uma toalhinha e o cotonete só pode ser usado externamente, pois o ouvido não precisa colocar leite de peito, vinagre ou qualquer outra coisa. A limpeza externa é suficiente”.

Outra alerta do especialista é sobre o uso do fone de ouvido, que pode trazer muitos problemas por conta do volume alto do aparelho, o mesmo pode acontecer num ambiente de trabalho que tenha alto volume por muito tempo. O ideal é ouvir o fone de ouvido num volume baixo e preferir os fones que ficam na parte externa do ouvido. Para quem trabalha local de muito barulho, os protetores de ouvido também é muito importante.

Foto: Ilustração