Trinta e sete municípios vão ganhar Clínicas de Saúde da Família

Canal Viva Bem


O governador de Sergipe, Marcelo Déda, assinou nesta sexta-feira, 21, convênios de repasse de recursos para a construção, reforma e adequação de Clínicas de Saúde da Família (CSF) em 37 municípios sergipanos. Ao total, serão investidos R$ 31.274.900,00 em parceria com as prefeituras para melhorar a atenção básica de saúde em todo o Estado. “A idéia é reproduzir o modelo de qualidade que introduzimos na prefeitura de Aracaju”, explicou o governador.


 


Essa é apenas a primeira etapa dessa ação, que objetiva chegar a 100 estabelecimentos de saúde atendidos até 2010 nos 75 municípios sergipanos. “Buscamos interiorizar as ações. Investimos muito na capital esse ano, mas precisamos levar para o interior as condições para que os moradores tenham uma vida digna”, disse Marcelo Déda. O evento aconteceu no Celi Praia Hotel, em Aracaju.


 


Os convênios assinados nesta sexta-feira contemplam 55 unidades de saúde, que serão padronizadas de acordo com modelo estabelecido pelo governo do Estado. “Essa foi uma ação pensada e negociada com os prefeitos. Não impusemos nenhum modelo garganta adentro”, informou Marcelo Déda. As prefeituras cederão os terrenos ou as unidades para reforma, assumindo o compromisso de manter os padrões arquitetônicos e cumprir uma série de metas. Os recursos serão disponibilizados por meio de uma conta-convênio, que sofrerá fiscalização dos técnicos do Governo.


 


Para a cidade de Brejo Grande, a parceria significa o atendimento de pelo menos quatro mil pessoas. “Com isso nós percebemos a responsabilidade que o governo tem com o trato da coisa pública e com o maior cuidado daqueles mais necessitados. O Estado está no caminho correto realizando parcerias que resultem em políticas públicas eficientes”, comentou o prefeito da cidade, Carlos Augusto. No município, funcionará uma Clínica de Saúde da Família com unidade de pronto atendimento (plantão 24 horas), em que trabalharão duas equipes do Programa de Saúde da Família (PSF).


 


Já em São Miguel do Aleixo será feita a reforma da Unidade de saúde que fica na sede do município e a reconstrução de um antigo posto médico que fica no povoado Lagoa dos Tamboris. “Temos que agradecer ao governo por esse convênio porque as cidades mais pobres dependem de ações como essa para que a saúde seja realmente desenvolvida”, afirmou o prefeito José Jairson da Graça, o Neneca. Serão atendidas inicialmente 250 famílias.


 


Metodologia


Segundo o secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho, o projeto de construção das clínicas é resultado de um trabalho que começou no início do ano e compreendeu visitas de equipes da secretaria de Estado da Saúde (SES) a todas as unidades do PSF do Estado. A meta foi realizar um diagnóstico da estrutura de trabalho. “Assim conseguimos ter a exata dimensão do que precisávamos investir para corrigir o que não foi feito durante o tempo. Queremos acabar com esse conceito de indulgência que sempre permeou as ações de saúde pública. Hoje vivemos num país em que a saúde é um direito”, discursou. A construção das clínicas faz parte do Plano de Investimentos do Governo para a área da Saúde e está inclusa na Reforma Sanitária de Sergipe.


 


Os municípios beneficiados nesta primeira etapa são Aracaju, Areia Branca, Barra dos Coqueiros, Boquim, Brejo Grande, Canindé do São Francisco, Capela, Carira, Cedro de São João, Estância, General Maynard, Ilha das Flores, Itabaiana, Itabi, Japaratuba, Japoatã, Lagarto, Laranjeiras, Macambira, Moita Bonita, Monte Alegre de Sergipe, Aparecida, Glória, Lourdes, Pinhão, Pirambu, Poço Verde, Porto da Folha, Propriá, Ribeirópolis, Rosário do Catete, São Cristóvão, São Miguel do Aleixo, Simão Dias, Umbaúba, Socorro e Itabaianinha.