PRODETUR

Canal Viva Bem

Rodovias sergipanas deverão ganhar sinalização turística

O Governo de Sergipe e os coordenadores do Programa de Desenvolvimento do Turismo Nordeste (Prodetur) estão discutindo a implantação do projeto de sinalização indicativa e turística das rodovias que estão sendo construídas e recuperadas pela atual administração. O projeto elaborado pela Secretaria de Estado de Transportes e da Integração Metropolitana (Setram) foi desenvolvido com o objetivo de proporcionar maior conforto e segurança aos turistas e viajantes que passam pelo Estado.
“Quem transita hoje pelas rodovias sergipanas já percebe as melhorias que estão sendo feitas como o enlarguecimento das vias, recapeamento e sinalização horizontal, executado pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), além da construção de novos abrigos de ônibus que a própria Setram está realizando”, disse o secretário de Transportes, Bosco Mendonça, durante uma reunião realizada na última semana com os coordenadores do Prodetur, Nilzo Lima e Ricardo Mascarello.
Ciente da existência do projeto da Setram, a coordenação do Prodetur procurou a secretaria para inseri-lo dentro da linha de financiamento dos projetos turísticos do programa. “Essa junção da Setram com a Secretaria de Turismo, através do Prodetur, veio em boa hora. Com o projeto elaborado e os recursos a serem disponibilizados para sua execução, os destinos turísticos de Sergipe só tem a ganhar”, ressalta Bosco Mendonça. Segundo ele, a primeira parte do projeto consiste na sinalização da Rota Turística Aracaju/Xingó. Além de pleitear esse destino, a sinalização irá beneficiar os litorais Sul e Norte do Estado, a Região Metropolitana e alguns municípios do território da Grande Aracaju.
O coordenador-geral do Prodetur, Nilzo Lima, apresentou ao secretário uma síntese da carta-consulta com os cinco itens específicos para a viabilização do projeto. Ele afirmou que o Programa dispõe de recursos para investir nessa sinalização, desde que o projeto atenda às regras do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Nosso acesso aos recursos do Banco Mundial é mais fácil porque a burocratização é menor. O Prodetur se compromete a dar a contra partida para a execução do projeto”, frisou.
Nilzo explicou que o Plano de Investimentos de Produtos Turísticos já passou pelo crivo da Assembléia Legislativa de Sergipe, pela Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento (SAI), faltando apenas a avaliação do Banco Mundial. “Essa parceria com a Setram chegou em um momento extremamente oportuno. Com sua aprovação o mais breve possível, o desenvolvimento turístico de Sergipe terá uma grande alavancada”, afirma.
De acordo com Bosco Mendonça, a Setram está se preparando para a contratação de uma nova consultoria para a elaboração da segunda etapa do projeto, que se divide em duas fases. “Na primeira, o projeto atingiria as cidades que margeiam o Rio São Francisco, através das rodovias SE-200 e SE-204, que corresponde os trechos entre as cidades de Brejo Grande e Canindé de São Francisco, perfazendo um total de 17 municípios. E continua no litoral Sul, indo até a fronteira da Bahia, e volta a atender também o litoral Norte, até o pantanal sergipano, localizado no município de Pacatuba”, explica o secretário.
A partir da próxima semana a Setram promove uma reunião com as secretarias de Estado do Planejamento (Seplan) e de Estado do Turismo (Setur) para apresentar o projeto de sinalização indicativa e turística e juntos avaliarem as melhores formas de financiamento da implantação.