HUSE retoma sessões de radioterapia no Centro de Oncologia

Canal Viva Bem


Foto: Wellington Barreto


O Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (HUSE) retomou na manhã de hoje, 19/2, as sessões de radioterapia no Centro de Oncologia Dr. Oswaldo Leite (COOL). O tratamento dos pacientes estava suspenso desde a semana passada, quando o acelerador linear – aparelho utilizado na radioterapia – apresentou um problema provocado por uma das placas do equipamento.


De acordo com Katiúcia Santana, coordenadora do setor de física-médica do HUSE, tão logo o aparelho apresentou o problema, a empresa fabricante do acelerador foi contatada e, de imediato, encaminhou um engenheiro a Aracaju. Depois de uma avaliação, o técnico detectou que o problema havia afetado a placa injetora do equipamento, solicitando uma nova peça, importada da Alemanha.


“A nova placa chegou nesta segunda-feira, 18. Depois de instalada, os físicos-médicos do setor realizaram a recalibragem do aparelho para permitir a retomada das sessões”, explicou Katiúcia. Atualmente existem 65 pacientes em tratamento na unidade. O serviço de radioterapia do Centro de Oncologia do HUSE funciona das 6h às 20 horas.


Sem prejuízo


A coordenadora destacou que, apesar da suspensão do serviço, não houve qualquer prejuízo para os pacientes. “Num período muito curto de interrupção, a exemplo deste que durou apenas quatro dias, o tratamento dos pacientes não é prejudicado. Quando a suspensão dura um tempo maior, fazemos uma reavaliação do paciente e, se preciso, ampliamos o número de sessões”, frisou.


Desde o mês de outubro do ano passado, a unidade hospitalar conseguiu zerar a fila de pessoas com câncer à espera desse tipo de tratamento. A conquista se deu garças a uma série de medidas administrativas adotadas no Centro de Oncologia, como a ampliação do horário de atendimento, agora estendido até às 20 horas. Essa fila já chegou a ter entre 35 e 60 pacientes.


Diferencial


O serviço de radioterapia externa conformacional 3D é um dos diferenciais no tratamento oferecido pelo Centro de Oncologia do HUSE. Conhecida por ‘teleterapia, modalidade de radioterapia em que a fonte de que emana a radiação está distanciada do corpo, é feita por meio do uso de acelerador linear, na maioria das vezes em pacientes com câncer de esôfago, próstata e tumores cerebrais. A teleterapia oferece ainda à população tratamento de lesões superficiais com maior preservação de tecidos.