Hemose reforça importância de alimentos ricos em ferro para ser um doador de sangue

Canal Viva Bem

Dados do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) revelam que de janeiro a agosto deste ano, 1.510 voluntários não puderam realizar a doação de sangue em função da hemoglobina baixa, o que significa dizer que, os níveis de ferro presente no sangue estavam abaixo do recomendado para doar. O hemocentro reforça que o serviço de coleta de sangue prioriza a a segurança do doador e do receptor.

Para isso utiliza a dosagem de hemoglobina ou o micro-hematócrito como métodos de triagem. Os valores mínimos e máximos para liberação da doação é de 13mg/dl a 18mg/dl de homoglobina para os homens, e em mulheres, de 12,5mg/dl a 16mg/dl (miligrama/decilitro). O micro-hematócrito em homens têm que ser maior ou igual a 39% e menor que 54% eem  mulheres maior ou igual a 38% e menor que 54%.

Esse serviço é realizado no setor de pré-triagem do doador, que também verifica a medição do peso e altura, aferição da pressão arterial e, por fim, a dosagem da hemoglobina, que são os níveis de ferro, presente no sangue desse candidato a doação. No caso, de não atingir esses volumes/índices, o voluntário é considerado inapto para doação e, é, orientado a procurar um serviço de saúde para realização de exames laboratoriais.

De acordo com a enfermeira, Florita Aquino, os sintomas da carência de ferro são inespecíficos, exigindo a realização de exames laboratoriais para confirmação do diagnóstico de anemia. Ela explica esse tipo de deficiência nutricional pode atingir crianças, gestantes, lactantes, adolescentes e mulheres adultas em fase de reprodução, e, homens adolescentes, na fase adulta e idosa.

Ela cita ainda que as melhores fontes naturais de ferro são as de origem animal, como fígado. Entre os de origem vegetal, tem o feijão, grão-de-bico, fava, lentilha, ervilha, grãos integrais, nozes, castanha, rapadura, açúcar mascavo e as hortaliças (couve, agrião, taioba, salsa), além da farinha de trigo e milho, cereais matinais, suco de jenipapo, entre outros.

Doação de sangue

Estão aptos a doar sangue candidatos em bom estado de saúde, idade entre 16 anos completos e 69 anos, peso acima de 50 Kg. Menor de 18 anos somente com termo de autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original, com foto, válido em todo território nacional. Mais informações, através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.