Hemose parabeniza voluntários que doam sangue

Canal Viva Bem

Nesta sexta-feira, 25, é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. Para marcar a data, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) unidade gerida pela Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), recepcionará os doadores de forma especial, com homenagens de agradecimento pelo gesto altruísta e de amor ao próximo. As atividades integrativas coordenadas pela Gerência de Captação de Doadores acontecem ao longo do dia, das 7h30 às 17h, horário de funcionamento da unidade.

O Hemocentro de Sergipe é responsável por atender entre 45 unidades hospitalares e maternidades, os leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) mais os leitos de planos de saúde cadastrados. Visando a manutenção do estoque de sangue, são programadas várias ações de caráter educativo para conscientizar a sociedade sobre a importância do ato regular da doação, além de mobilização junto aos parceiros solidários que reúnem grupos para colaborar com o serviço. Para estimular o ato de doar sangue são realizadas palestras sobre a importância do serviço, o cadastro de medula óssea e visitas técnicas, cujo intuito é apresentar o ciclo do doador e o ciclo do sangue, este último, composto pelos laboratórios onde são realizados testes ABO/Rh, de prova cruzada, sorologia, produção e dispensação de sangue e hemocomponentes – plaquetas, hemácias e plasma para os hospitais.

Todo o trabalho conta com o apoio de grupos de doadores, associações, instituições da iniciativa pública e privada, que desenvolvem campanhas temáticas programadas em datas especiais, como Mês da Mulher (março), Dia das Mães (maio), Dia dos Pais (agosto), Carnaval, São João e Final de Ano, dentre outras.

Registros

Segundo dados do serviço de janeiro a outubro deste ano, foram registrados 21.167 doações de sangue. Deste total, 63,4% foram doações de reposição. Esse tipo de doação é oriunda de voluntários que doam sangue motivados pelo apelo de familiares de pacientes em tratamento de alguma enfermidade que requer transfusão sanguínea continuada. As principais são as leucemias, anemias crônicas, pacientes em tratamento oncológico, renais e portadores de anemia falciforme.

Das doações efetivadas diariamente 72,40% são do público masculino e 27,60% doações femininas. O percentual de jovens na faixa etária de 18 a 28 anos de idade, corresponde a 39% das doações registradas no Hemose. A unidade também oferece atendimento especial a pacientes portadores de hemoglobinopatias e coagulopatias, as principais são hemofilia, talassemia, anemia falciforme, doença de Von Willebrand e Gauche.

Sobre a data

O Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue – 25 de novembro foi estabelecido através do Decreto de Lei nº 53.988, de 30 de junho de 1964, assinado pelo presidente Castello Branco. A criação da data teve como finalidade homenagear os voluntários e estimular a população brasileira para o ato regular da doação de sangue.

Fonte: Hemose