Hemolacen precisa de doações para manter estoque de sangue para o Carnaval

Canal Viva Bem


O Centro de Hemoterapia e Laboratório Central de Saúde Pública (Hemolacen) está apelando aos doadores fidelizados e novos voluntários para que possa manter um bom estoque para atender a demanda no carnaval. Os primeiros doadores a serem convocados serão os que possuem o sangue fator RH negativo, pelo hemocentro ter uma carência contínua desse tipo de sangue. “Além de ser um feriadão de cinco dias, temos um longo período que as pessoas viajam muito, portanto, aumenta consideravelmente o número de veículos nas estradas. Com isso, cresce o número de acidentes. Então, temos de estar preparados uma vez que no período de festas como carnaval, as pessoas viajam de férias e reduz o número de doações”, afirmou o oncologista Roberto Gurgel, presidente do hemocentro.


Ainda de acordo com o presidente, o medo, preconceito e o desconhecimento são os fatores que contribuem para um número pequeno de doadores, principalmente entre as doações femininas que representa apenas 20% da população de doadores no Estado. A dificuldade de encontrar doadores do tipo “A”, “B” e “O” negativo, tem prejudicado o estoque do banco. Apenas 15% da população mundial possuem o fator RH negativo. Em Sergipe, existem cerca de 20 mil doadores cadastrados, mesmo com esse número fixos, ainda é necessário repor o estoque dos tipos negativos. De acordo com o presidente Roberto Gurgel, uma das metas da sua gestão é dobrar esse número no prazo máximo de um ano.


O hemocentro conseguiu ao longo do ano de 2007, coletar sangue em cerca de 26.500 doadores, entre os cadastrados e voluntários que foram angariados através da campanha “Santo de Casa Também Faz Milagre”.


Estudos realizados pelo Ministério da Saúde (MS) evidenciam que se 3% da população doasse sangue frequentemente não haveria colapso nos hemocentros e, consequentemente, a necessidade de realizar campanhas emergenciais. Além disso, se a demanda de doações fosse satisfatória, com um índice de aproximadamente 100 por dia, toda a hemorrede pública de Sergipe estaria abastecida, evitando que o Estado recorra aos hemocentros de estados vizinhos, como fez o Hemocentro do Estado de Alagoas(Hemoal) no mês passado, que recebeu 50 bolsas de sangue, em caráter de empréstimo, do Hemocentro de Pernambuco(Hemope).


Requisitos


Para realizar doação de sangue deve apresentar documento de identificação que contenha fotografia, ter entre 18 e 65 anos, pesar acima de 50 kg, não ter ingerido bebida alcoólica 12 horas antes da doação, evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação, não estar em jejum. Quem tiver interesse em agendar doações, deve entrar em contato com o Serviço Social, pelo fone (79) 3259-3191.