EDUCAÇÃO

Canal Viva Bem


Mais de 12 mil se inscrevem no Pré-Universitário


As inscrições para o processo seletivo do Programa Pré-Universitário 2009, da Secretaria de Estado da Educação (SEED), terminaram na noite da última segunda-feira, 2. Este ano, mais de 12 mil candidatos irão disputar 4.450 vagas do curso distribuídas em 30 pólos.


A quantidade de inscritos teve um aumento de 41,17% em relação ao ano passado, o que demonstra o sucesso do Programa Pré-Universitário do Governo de Sergipe. Em 2008, 8.500 candidatos se inscreveram para disputar 4.380 vagas em 27 pólos, distribuídos em 14 municípios do Estado.


As provas serão realizadas no dia 8 de março, das 9h às 12h30, e serão compostas por 5 questões objetivas de múltipla escolha de cada disciplina do Ensino Médio, incluindo Línguas.


Para fazer a prova, o candidato deverá levar algum documento de identificação contendo foto. Os locais da seleção serão divulgados no dia 16 de fevereiro no portal da SEED. A data de divulgação do resultado será definida e divulgada em breve.


Vestibular


A grande quantidade de candidatos interessados em fazer o cursinho é resultado do sucesso de aprovações dos alunos da rede pública estadual. Nos vestibulares de 2009, 2.242 alunos foram aprovados. O número é praticamente o dobro da quantidade de aprovados em 2008, quando 1.134 estudantes conquistaram o direito de estudar numa universidade. Dos aprovados este ano, 1.179 passaram no vestibular da Universidade Federal de Sergipe (UFS), nas modalidades presencial e à distância (Universidade Aberta do Brasil/UAB), e 1.063 em outras instituições de ensino superior.


Para o professor Marcos Antônio Santos, assessor técnico do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (DASE), esse número recorde de candidatos é mais um voto de confiança da sociedade ao Governo de Sergipe, que busca promover a inclusão através da educação. “Após o número de aprovação de candidatos em vestibulares ficou provada a eficiência do programa e o compromisso da SEED em ofertar um ensino gratuito de qualidade”, avaliou. O coordenador afirmou também que o sistema de cotas, que será implantado na UFS a partir de 2010, beneficiará o aluno da rede pública, e o número de aprovados em instituições de nível superior deverá aumentar ainda mais.