29 de agosto: Dia Nacional de Combate ao Fumo

Canal Viva Bem


O Brasil vem alcançando resultados significativos na luta contra o tabaco. Segundo dados Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 1989, 32% da população brasileira com mais de 15 anos de idade fumavam. Hoje esse percentual é de 19%. Nesta quarta-feira 29/8, no Dia Nacional de Combate ao Fumo, o país comemora essa mudança de comportamento e relembra os perigos do cigarro.


 


Desde 1986, a data marca a luta contra o vício que provoca cerca de 200 mil mortes por ano no Brasil. Desta vez, o dia servirá de alerta para o fato de que mesmo as pessoas que não fumam, mas que são expostas a fumaça do cigarro, correm mais risco de contrair doenças relacionadas ao tabaco. O tema deste ano é “Ambientes Livres de Tabaco”.


 


De acordo com o gerente de Produtos Derivados do Tabaco da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Humberto Coelho Martins, também é preciso sensibilizar os jovens para que eles não iniciem o uso de tabaco. “É preciso chamar a atenção para a situação devastadora provocada pelo fumo: 50% dos fumantes morrerão em decorrência de doenças relacionadas ao fumo”, revela Martins.


 


Nesse sentido, a Anvisa, juntamente com o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer, realizou cinco grandes encontros regionais no último ano. Os encontros capacitaram técnicos das vigilâncias sanitárias estaduais e municipais na fiscalização do uso indevido de tabaco em ambientes fechados. A Agência também atualizou a cartilha “A Anvisa na Redução do Tabagismo”, produzida para auxiliar os serviços de saúde e vigilâncias sanitárias no combate ao fumo. O material reúne a legislação brasileira de controle do tabaco e está sendo relançado neste mês.