Viva Bem entrevista ortopedista sobre dores musculares

Canal Viva Bem

O Programa Viva Bem deste sábado, 10, falou com o médico ortopedista Daniel Bispo para explicar algumas queixas comuns que chegam ao consultório tais como: dores musculares e na coluna vertebral, que muitas vezes é resultado de uma má postura. Viva Bem agora está em novo horário, a partir das 7h na Ilha FM.

Confira a entrevista:

Canal Viva Bem: Existem alguns problemas que muitas pessoas reclamam: dores musculares, dores na coluna, etc. Essas dores são por conta da idade ou por esforços físicos?

Daniel Bispo: Primeiramente quero tranquilizar a todos, pois estamos com uma nova forma de ver, avaliar e encarar o tratamento das patologias ortopédicas. Isso porque nós estamos vendo uma grande preocupação e expectativa das pessoas que diante de uma lesão ortopédica, seja ela qual for, tem indicação de cirurgia. Uma outra coisa é que estamos diante de um panorama de que muitas vezes quem diz o que o paciente tem é o exame de alta performace, como a ressonância, a tomografia e o paciente quando tem um diagnóstico baseado no resultado desse exame, eles muitas das vezes se desesperam, e as indicações cirúrgicas acontecem a partir do resultado desses exames.  O que eu quero dizer com tudo isso? Que cirurgia ortopédica, assim como qualquer outra, deve ser o último dos recursos a serem utilizados. Existe aquelas cirurgias de urgência e emergência que a pessoa não tem como contestar, mas as cirurgias eletivas, que são as pertinentes de acordo com resultado de exames, é a que deve ser o último dos recursos. Apesar das tecnologias, das técnicas de anestesias e da capacitação dos médicos, as pessoas têm que entender que todo procedimento cirúrgico tem seus riscos. Se você tem um médico de sua confiança, avalie o resultado do exame e também o conjunto da sua saúde para saber o que realmente deve ser feito para o tratamento.

CVB:Diante desse alerta sobre o procedimento cirúrgico, poderia ser exemplificado os tipos de doenças mais comuns que acontecem as cirurgias?

DB: Antes de responder a sua perguntar é importante destacar que o homem tem pernas e braços e nesse segmento existem as articulações e os músculos, que nos dão os movimentos. Com as novas tecnologias existem situações de coisas que nos tiram os movimentos, exemplos: existem os controles remotos de TV que facilitaram as pessoas de se levantarem para mudar de canal, assim como o controle do carro e do portão, que é automático. O homem foi se adaptando a essas tecnologias mas com o tempo o corpo vai sentindo a perda de alguns movimentos, o que acaba gerando doenças futuras. E quando se junta o excesso de peso e a falta de movimento há um risco maior de doenças ortopédicas. As doenças mais comuns que você me perguntou são: lesão meniscal, artrose levando às próteses, as quedas na osteoporose que fatalmente leva às cirurgias.

CVB:Com essa modernidade há uma tendência de provocar doenças por falta de movimentos, de atividades físicas. Isso tem haver com as dores musculares que as pessoas tanto reclamam no dia a dia?

DB: Sim. A falta de movimento e exercícios físicos influenciam sim nessas dores musculares. Quando existe uma dor muscular o motivo principal é por conta da postura incorreta e isso acaba dando sobrecargas em algum determinado músculo e isso vai gerar uma dor. O excesso de peso também contribui em sobrecargass, gerando dor lombar, no cavado do pé, chamado de esporão, ou no calcanhá, chamado de tendão de Aquiles. Essas dores não é influência da idade, mas é pela má postura que acaba gerando sobrecarga no quadril, nos joelhos, no calcanhá, no tornozelo.Então a forma como você se senta, caminha, a sua postura corporal pode gerar muitos problemas de saúde.

CVB:E com relação as dores nas costas?

DB: Tem muitos fatores que estão ligados também à postura corporal, a forma de sentar e caminhar. Outro fator é o peso das mochilas escolares que acaba gerando muitas dores nas costas das crianças e isso futuramente pode gerar grandes dores na coluna.