Água e sabão previnem o câncer de pênis

Canal Viva Bem


Por Alexandra Brito


 


O câncer de pênis, apesar de ser uma doença rara no mundo, é mais freqüente nos países em desenvolvimento, a exemplo do Brasil. Aqui em Sergipe, vários casos já foram detectados, levando inclusive à mutilação. A neoplasia está diretamente ligada à má higiene íntima e a indivíduos não circuncidados. Nesta entrevista, o cirurgião oncológico da Clínica Onco Hematos, Philip Edward Boggiss, fala sobre as estimativas da doença, e que pode ser prevenida com o simples hábito de fazer uma limpeza diária com água e sabão, principalmente após as relações sexuais e a masturbação. Especialista em cancerologia cirúrgica pelo Hospital de Câncer de Barreto e em cirurgia geral, Philip Boggiss é membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Sociedade Brasileira de Cancerologia  e da Sociedade Brasileira de Videocirurgia.


 


Canal Viva Bem – Qual estimativa de câncer de pênis, feita pelo INCA?  


Philip Edward Boggiss – A neoplasia de pênis é uma doença rara mundialmente, sendo mais freqüente nos países em desenvolvimento e está relacionado às baixas condições sócio-econômicas e de instrução, à má higiene íntima e a indivíduos não circuncidados.    Acomete homens da 4ª e 5ª décadas de vida, representando cerca de 0,4% dos tumores malignos dos homens nos EUA. Pelos dados epidemiológicos do INCA, o tumor de pênis representa 2,1% de todos os casos de câncer no homem no Brasil, sendo mais prevalente nas regiões norte e nordeste, onde chega a até 17% dos tumores malignos do homem.   Estudo recente da SBU calcula que cerca de 3.000 brasileiros sofrem desta doença, ficando vergonhosamente em 3º lugar no Mundo com maior prevalência, atrás somente de Uganda e Índia.


 


CVB – Quais os fatores de risco?


PB – Homens que não foram operados de fimose possuem maior probabilidade de desenvolver este tipo de câncer. A fimose ocorre quando a pele de prepúcio é muito estreita ou pouco elástica, o que impede a exposição da glande (“cabeça” do pênis), dificultando assim uma limpeza adequada. Outro fator de risco é a prática sexual com diferentes parceiros sem o uso de camisinha. A utilização do preservativo é imprescindível em qualquer relação sexual, pois ela diminui a chance de contágio de doenças sexualmente transmissíveis, como o vírus HPV (papilomavírus humano), que pode estar relacionado com o desenvolvimento de câncer de pênis.


 


CVB – Quais são as principais medidas de prevenção?


PB – Para prevenir o câncer de pênis é necessário uma limpeza diária com água e sabão, principalmente após as relações sexuais e a masturbação. É fundamental ensinar às crianças desde cedo os hábitos de higiene íntima, que devem ser praticados todos os dias. Em casos de fimose, o médico pediatra deve ser consultado para o tratamento adequado. A cirurgia de fimose é uma operação simples e rápida, que não necessita de internação. Esta operação, chamada circuncisão, é normalmente realizada na infância.   Tanto o homem circuncidado como o não-circuncidado reduzem as chances de desenvolver este tipo de câncer com bons hábitos de higiene.


 


CVB – Quando detectado, a única cura é a mutilação?


PB – Quando detectado inicialmente, o câncer de pênis possui tratamento e é facilmente curado O diagnóstico precoce é fundamental para evitar o crescimento local da doença e a posterior amputação do pênis, que trazem conseqüências físicas, sexuais e psicológicas ao homem.


 


CVB – Como detectar precocemente?


PB – Ao realizar o auto-exame, os homens devem estar atentos à: Perda de pigmentação ou manchas esbranquiçadas; Feridas e caroços no pênis que não desapareceram após tratamento médico, e que apresentem secreções e mau cheiro; Tumoração no pênis e/ou na virilha (íngua); Inflamações de longo período com vermelhidão e coceira, principalmente nos portadores de fimose.Ao observar qualquer um destes sinais, é necessário procurar um médico imediatamente.