Supervisores gerais de Endemias avaliam estratégias de combate ao Aedes

Canal Viva Bem
O Programa Municipal de Controle da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya vem realizando, semanalmente, reuniões com os supervisores 
gerais de Endemias para reavaliar as estratégias que estão sendo aplicadas durante esse período emergencial de combate ao Aedes. Durante
todo este ano foram realizadas diversas forças tarefas e mutirões aos finais de semana, reunindo periodicamente cerca de 30 profissionais nos 
bairros onde aconteciam. 
A partir deste mês, as ações ganharam força com a participação dos Agentes Comunitários
de Saúde e 33 homens do exército. Levando em consideração o Levantamento de Índice
Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) e o número de pessoas doentes nas localidades, este
mês já foram realizados mutirões nos bairros, Santos Dumont, José Conrado de Araújo e
Coroa do Meio. E nesta terça-feira, 29, a intervenção está sendorealizada no bairro 18 do
Forte.

Segundo a coordenadora do programa, Taíse Cavalcante, estas reuniões fazem parte da
rotina normal de trabalho e aconteciam a cada 15 dias, mas agora passaram a acontecer 
semanalmente. “Por estarmos em um período crítico, com relação à proliferação do Aedes 
aegypti, e as doenças que ele transmite, é necessário que estejamos em constante 
avaliação das estratégias desenvolvidas. Este é um espaço onde atualizamos nossos
profissionais quanto às estatísticas obtidas durante os trabalhos, além de fazermos o alinhamento dos protocolos de serviço”, afirmou a
coordenadora.

Para a supervisora geral, Edjeane Scarllet, os encontros contribuem diretamente para um trabalho eficaz realizado em campo. “Aqui é onde 
conseguimos planejar o trabalho, o que nos traz uma resolutividade maior, fazendo com que alcancemos o nosso maior objetivo, que é a 
redução das doenças transmitidas pelo Aedes, através do combate ao mosquito”, ressaltou a supervisora.

Com informações da Ascom/SMS