FOLIA COM TRAQUILIDADE

Canal Viva Bem


Com a chegada do Carnaval, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e os parceiros do Comitê Municipal de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito (Comsepat) realizaram na manhã de sexta-feira, 17, mais uma edição da campanha ‘Chega de Acidentes’. A mobilização aconteceu no cruzamento das avenidas Murilo Dantas com Beira Mar, no bairro Farolândia. O intuito foi chamar atenção dos condutores para os perigos de não respeitar as leis de trânsito, sobretudo o limite de velocidade.


Somente no Carnaval de 2011, 189 pessoas morreram em rodovias federais. A junção entre direção, bebida alcoólica e velocidade foram os principais causadores destas fatalidades. No mesmo período, nas rodovias sergipanas foram registrados 31 acidentes, 24 feridos e um óbito. “No período que antecede grandes festas buscamos sempre promover campanhas para conscientizar e sensibilizar os condutores. O Carnaval é um momento de alegria e para que o brilho desta festa não seja apagado é fundamental que todos se unam para promover a paz no trânsito”, destaca a coordenadora da Educação para o Trânsito da SMTT, Rita Luz.


Aprovação


Para a fisioterapeuta Erica Ramos, campanhas educativas para o trânsito são fundamentais principalmente em épocas festivas. “Sabemos que nesta época, infelizmente, muitos expõem suas vidas e a dos outros em risco ao dirigir embriagados. Acho extremamente importante a campanha porque a questão da conscientização é um processo, é uma pauta que deve ser inserida em vários momentos para a população e no carnaval não poderia ser diferente”, diz.


O estudante, Neto Martins, acredita que o público-alvo das ações educativas para o trânsito devem ser os jovens. “O número de acidentes por causa da mistura de bebida e direção vem aumentando muito. São sempre válidas ações que busquem conscientizar a população, principalmente os jovens que abusam da bebida alcoólica, pegam seus carros e acabam causando terríveis acidentes”, declara.


Parceiros


Participaram da ação a Liga Acadêmica de Trauma, a Associação Sergipana de Motociclistas, Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), Secretária Municipal de Saúde, Associação das Vítimas de Trânsito de Sergipe, o Grupo VCA/ São Cristóvão, Sest/Senat e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp).